Record

Benfica-Atlas, 1-0: João Tomás carimbou vitória

BENFICA VENCE EQUIPA MEXICANA EM SAN JOSÉ

Perante mais de 15 mil espectadores, metade dos quais emigrantes portugueses em terras do "Tio Sam", Benfica e Atlas proporcionaram em San Jose um bom espectáculo, disfarçando bem o facto de quase nada estar em jogo
Benfica-Atlas, 1-0: João Tomás carimbou vitória • Foto: Paulo Calado
O Benfica estreou-se da melhor forma, terça-feira à noite (madrugada de quarta em Portugal), na digressão que está a realizar nos Estados Unidos da América, com uma vitória (1-0) sobre o Atlas, do México. O golo solitário do encontro foi apontado pelo avançado João Tomás.

O jogo começou num ritmo frenético, com ambas as equipas a quererem proporcionar um bom espectáculo aos mais de 15 mil adeptos que se deslocaram ao Spartan Stadium, em San Jose, e a criarem várias ocasiões de golo.

A equipa portuguesa beneficiou de um livre directo aos 12 minutos. O brasileiro Roger rematou forte, a bola bateu na barreira e foi direitinha para os pés de João Tomás, que com um remate certeiro não perdoou.

Os adeptos lusos, cerca de metade do público presente, explodiram de alegria e até ao intervalo o domínio foi sendo dos encarnados, embora o Atlas nunca tivesse reduzido o ritmo, aproveitando a rapidez dos seus homens mais avançados.

Foi exactamente a velocidade que criou mais problemas à equipa da Luz. A nova dupla de centrais, constituída pelo jovem Geraldo e por Sérgio Nunes, passou por algumas situações de aflição.

Se o primeiro acusou algum nervosismo e pouco entrosamento, o segundo evidenciou ainda alguma falta de ritmo, o que não é estranho, pois esteve afastado durante meses da competição, devido a um grave acidente de viação.

Talvez por isso, Sérgio Nunes acabou por ser expulso aos 64`, por acumulação de amarelos, quando o assédio à baliza encarnada era já maior.

Mas mesmo assim, o Benfica continuou também a criar oportunidades de golo e equilibrou de certa forma a contenda, também em virtude das substituições efectuadas por Toni.

Aos 61` entrou Chano para o lugar de Carlitos, com o objectivo de segurar a bola, algo que o veterano espanhol conseguiu. Depois da expulsão de Sérgio Nunes, o jovem defesa Nuno Correia entrou para o lugar de Roger (66`).

Mais tarde houve ainda tempo para João Tomás ouvir a merecida ovação, aos 85`, quando foi substituído pelo brasileiro André. Bruno Lucas foi o último a entrar em campo, no minuto 90, para o lugar de Dudic.

Num jogo em que o médio Maniche voltou a envergar a braçadeira de capitão - Paulo Madeira, com problemas num joelho, nem sequer se equipou - as equipas alinharam:

Benfica
Bossio; Dudic (Bruno Lucas 90`), Geraldo, Sérgio Nunes e Diogo Luís; Calado, Carlitos (Chano 61`), Maniche e Rui Baião; Roger (Nuno Correia 66`) e João Tomás (85`)

Atlas
Navarrete; Mendez (Valencia 73`), Gonzalez, Lavallen e Flores; Rizo, Duran (Calvillo 45`), Urteaga (Saucedo 57`) e Martinez (Juan Manuel Garcia 63`); Velasquez (Juan Pablo Garcia 57`) e Bustos

Marcadores
João Tomás, aos 12`
12
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

M