Benfica compara ataque a autocarro com invasão à Academia do Sporting

Encarnados lamentam que "a Liga Portugal não tenha ainda dedicado uma palavra ao adepto"

Bruno Simões
Estádio da Luz
Estádio da Luz
Bruno Simões
Estádio da Luz
Estádio da Luz
Bruno Simões
Estádio da Luz
Estádio da Luz

O Benfica comparou esta quinta-feira o ataque ao autocarro que transportava adeptos dos encarnados - situação que ocorreu na A1, em Grijó-Gaia - com o que sucedeu na Academia do Sporting, em Alcochete. 

"O crime contra os elementos da Casa do Benfica de Barcelos que seguiam no autocarro é semelhante, na forma, ao que se passou em Alcochete: uma ação planeada e perpetrada intencionalmente para causar dano", aponta o Benfica.

Num comunicado publicado no site do clube, os encarnados lamentam que "a Liga Portugal não tenha ainda dedicado uma palavra ao adepto" que foi agredido e ficou com ferimentos graves no rosto".

"A Liga Portugal anunciou orgulhosamente que no passado domingo se bateu um recorde com mais de 10 anos. Desde 2007 que não iam tantos adeptos aos estádios no mesmo dia: 145.420. O Benfica congratula-se com o registo (e também por o Estádio da Luz ter contribuído com 39,5% do valor total), mas lamenta que a mesma Liga Portugal não tenha ainda dedicado uma palavra ao nosso adepto que foi barbaramente atirado para uma cama do Hospital de Gaia. Ele foi um dos 145.420", pode ler-se no site. 

O clube da Luz caracteriza ainda o ataque como uma "emboscada" e um "crime organizado". "O que é que ainda falta para se travar esta gente?", questiona  o Benfica.

Bruno Simões, de 20 anos, seguia no autocarro da Casa do Benfica de Barcelos na A1, em Grijó-Gaia.

O vídeo de apoio do plantel do Benfica ao adepto que ficou gravemente ferido

116
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0