Benfica multado em mais de 61 mil euros

Em causa críticas às arbitragens dos jogos envolvendo o FC Porto no último campeonato

O Benfica foi multado pelo Conselho de Disciplina (CD) da FPF em 61.200 euros por quatro infrações, mais concretamente críticas às arbitragens de jogos envolvendo o FC Porto e alegado favorecimento aos dragões no último campeonato. De acordo com o comunicado do CD, os encarnados violaram o artigo 112.º do Regulamento Disciplinar da LPFP - que fala em "lesão da honra e reputação dos órgãos da estrutura desportiva e dos seus membros" -, no caso em quatro intervenções na sua newsletter, todas ocorridas em março.

O artigo 112.º refere que "o clube que use de expressões, desenhos, escritos ou gestos injuriosos, difamatórios ou grosseiros para com órgãos da Liga ou da FPF e respetivos membros, árbitros, dirigentes, clubes e demais agentes desportivos, nomeadamente em virtude do exercício das suas funções desportivas, assim como incite à prática de atos violentos, conflituosos ou de indisciplina, é punido com a sanção de multa de montante a fixar entre o mínimo de 75 UC e o máximo de 350 UC", destacando-se aqui a reincidência, que fez dobrar os valores.

Fonte oficial do Benfica revelou à agência Lusa que o clube irá "recorrer" para o Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) das multas hoje aplicadas pelo CD.

As quatro publicações que valeram multa ao Benfica

13 março

O Benfica recorreu das decisões do Conselho de Disciplina da FPF relativamente a alegada agressão de Brahimi a Rúben Dias num clássico e arquivamento de queixa contra Francisco J. Marques. "Após mais de dois anos a procurar justificar, de forma criativa, os vários arquivamentos ou repreensões mínimas a Brahimi (que bate recordes de reincidência), num recente acórdão do CD da FPF consegue-se descrever uma agressão da seguinte forma: 'Brahimi coloca a sua mão direita na zona entre o pescoço e o rosto de Rúben Dias.' Será que esteve em campo algum extraterrestre dotado de características físicas que desconhecemos? A que zona do corpo, afinal, se refere mesmo o CD?", apontaram as águias na altura.

18 março

Neste dia, o Benfica deixava duras críticas às atuações de João Capela, árbitro que estivera num Benfica-Belenenses e num FC Porto-Marítimo. Os encarnados concluíam que era "mais um exemplo exemplo de um conjunto de inúmeras situações de gritante dualidade de critérios neste campeonato e sempre a favorecer o mesmo clube".

19 março

O Benfica enumerava o que dizia terem sido vários erros de arbitragem neste campeonato. As águias estranhavam ainda que tais erros tivessem sido "sempre em benefício da mesma equipa". "O que nunca aconteceu e talvez não volte a acontecer é esses erros serem SEMPRE em benefício da mesma equipa. Isto é, objetivamente, o que está a acontecer no nosso campeonato e a pôr em causa a verdade desportiva", escreveram na altura.

31 março

O Benfica falava em "decisões inacreditáveis" no jogo do FC Porto em Braga, afirmando que os lances teriam tido avaliações diferentes caso fossem na outra área. "A impunidade e a falta de decoro com que, jornada após jornada, o FC Porto continua a ser beneficiado pelas arbitragens tem de ter um limite! Ontem voltou-se a ultrapassar tudo o que é tolerável", podia ler-se.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas