Trabalhos especializados custam 13,7 milhões de euros ao Benfica

Neste valor destacam-se advogados e consultores em 2018/19

João Medeiros, advogado que defendeu a SAD no E-Toupeira, marcou presença no jantar do 16º aniversário da Luz e cumprimentou Vieira.
João Medeiros, advogado que defendeu a SAD no E-Toupeira, marcou presença no jantar do 16º aniversário da Luz e cumprimentou Vieira. • Foto: Vítor Chi

Os encarnados pagaram no último exercício (2018/19) 13,7 milhões de euros na rubrica de ‘trabalhos especializados’, que inclui gastos com advogados e consultores. Em 2017/18, a SAD do Benfica havia pago bem menos: 9,45 milhões de euros. Já a rubrica de segurança ultrapassou agora os 2 milhões de euros.

Noutro âmbito, as águias aumentaram em 90 o número de funcionários em apenas um ano. A 30 de junho de 2019, o Benfica contava com 548 trabalhadores, um aumento exponencial face aos 458 de um ano antes, em que se inclui um acréscimo de 30 futebolistas com contrato.

Também por esse motivo, os gastos com pessoal dispararam de forma assinalável: de 67,7 milhões de euros em 2017/18 para 96,79 milhões em 2018/19. 

Por Flávio Miguel Silva
71
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.