Benfica propõe troca de obrigações para poupar nos juros e alargar maturidade da dívida

O valor da operação está fixado em 25 milhões de euros mas a SAD do Benfica pode elevar o montante até 14 de maio

benfica luis filipe vieira
benfica luis filipe vieira

A Benfica SAD vai avançar com mais uma emissão de obrigações, recorrendo a uma operação de financiamento cada vez mais comum entre as SAD dos maiores clubes de futebol em Portugal. Estas emissões servem muitas vezes para reembolsar os detentores de títulos emitidos anteriormente, que estão mais perto de chegar à maturidade, pelo que desta vez a SAD liderada por Luís Filipe Vieira decidiu facilitar o processo.
 
É que ao mesmo tempo que lançou uma oferta pública de subscrição (OPS) para emitir novas obrigações, coloca também no mercado uma oferta pública de troca (OPT). Estas operações em simultâneo permitem aos detentores das obrigações da Benfica SAD que chegam à maturidade em abril de 2020 trocarem estes títulos pelas novas obrigações que vão ser emitidas e têm maturidade em 2022.
 
A OPS é de 25 milhões de euros (5 milhões de títulos a 5 euros cada um) e a OPT incide precisamente sobre 25 milhões de euros de obrigações que chegam à maturidade no próximo ano.
 
Mas há diferenças, com destaque para a remuneração dos títulos. Os novos vão pagar um juro bruto de 3,75%, enquanto as obrigações antigas pagam uma taxa de juro de 4%.
 
A SAD do Benfica propõe a troca de uma obrigação antiga por uma nova, pagando um prémio de 2,5 cêntimos por cada título, que corresponde a uma rendibilidade de 0,5% do valor nominal de 5 euros dos títulos. Aos detentores das obrigações antigas que aceitem a oferta, serão também pagos os juros corridos entre a última data de pagamento de juros (26 de abril de 2019) e a data de liquidação da operação.
 
Quem não aceitar a OPT, fica com os títulos em carteira, que pagarão juros até chegarem à maturidade, data em que haverá lugar ao reembolso do capital investido.
 
No anúncio de lançamento da operação, a SAD do Benfica refere que esta OPT "visa tornar mais eficiente a subscrição de Obrigações Benfica SAD 2019-2022 por parte de titulares de Obrigações Benfica SAD 2017-2020 e, consequentemente, permitir à Benfica SAD substituir parte da sua dívida com vencimento em 2020 por dívida com vencimento em 2022".

Além de facilitar a vida aos obrigacionistas e alargar a maturidade da sua dívida, a SAD do Benfica consegue também poupar nos juros, pois a remuneração dos novos títulos é mais baixa, em linha com a descida dos custos de financiamento no mercado nos últimos meses.
 
A OPT decorre entre as 8h30 de 3 de maio e as 15h00 de 16 de maio deste ano, sendo que as ordens podem ser dadas até este dia. Os resultados da operação serão anunciados na Euronext a 17 de maio.
 
O valor da operação está fixado em 25 milhões de euros mas a SAD do Benfica pode elevar o montante até 14 de maio.

Autor: Negócios

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas