Record

Bossio fica livre

INTERNACIONAL ARGENTINO NEM SEQUER ESTÁ INSCRITO NA LIGA PORTUGUESA

Carlos Bossio poderá deixar o Benfica já em Dezembro na reabertura do mercado. O guarda-redes internacional argentino, que diante do Neuchâtel Xamax protagonizou uma fantástica exibição, garantindo a vitória dos encarnados, nem sequer está inscrito na Liga Portuguesa e, como termina o contrato que o vincula ao clube da águia no final desta época, poderá, se assim o entender, deixar a Luz livremente sem que os benfiquistas recebam contrapartidas.

Embora tenha sido reintegrado no plantel às ordens de Jesualdo Ferreira, o jogador, de 28 anos, não pode, segundo nos confidenciaram fontes do clube da Luz, constituir opção em jogos oficiais. Pelo menos, até Dezembro. Só na eventualidade de optar por não sair já daqui a dois meses é que Carlos Bossio voltará a constituir uma opção válida para a SuperLiga, uma vez que poderá ser inscrito novamente pelo Benfica na reabertura de mercado. Esta situação não se afigura, todavia, muito provável. A não ser que o guarda-redes não arranje colocação ou, então, tenha a garantia dos responsáveis benfiquistas de que no decorrer do campeonato disporá de uma oportunidade.

No último jogo efectuado pelos encarnados na digressão à Suíça, Bossio teve a sua oportunidade. E não a desperdiçou. O guarda-redes efectuou uma série de intervenções de grande nível, destacando-se como um dos principais obreiros da vitória dos encarnados (2-0), frente ao Neuchâtel Xamax.

A carreira de Bossio no Benfica não tem sido, no entanto, feliz. O jogador chegou na época 1999/00, quando Jupp Heynckes era o treinador. Mas só a partir de Dezembro é que pôde ser utilizado devido a problemas na obtenção de visto. Tempo suficiente para Enke garantir a titularidade. Na época seguinte, a situação agravou-se, uma vez que foram detectados problemas no passaporte italiano. Bossio já não jogou mais na Luz e foi emprestado ao Estudiantes de La Plata, voltando mais tarde a Portugal, para jogar no V. Setúbal até ao final da última época. Terminado o empréstimo ficou sem clube e só a 3 de Setembro foi reintegrado no Benfica.

Medalha de prata nos Jogos de Atlanta

A carreira em Portugal não tem sido feliz, mas Carlos Bossio regista um currículo que se pode considerar apreciável. Em 1996, o guarda-redes sul-americano ajudou a respectiva selecção a conquistar a medalha de prata nos Jogos Olímpicos realizados em Atlanta, nos Estados Unidos.

Titular da selecção olímpica, Bossio chegaria mais tarde à selecção nacional "A" do país das pampas. Vestiu a camisola do seleccionado de Diego Armando Maradona, de quem foi colega, por 11 vezes. Desde que chegou a Portugal, as coisas não lhe têm corrido bem e, talvez por isso, o internacional argentino nunca mais foi chamado à selecção.
4
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Ferreyra na porta da saída

SAD quer libertar um avançado e o argentino está aberto a escutar propostas para jogar com maior regularidade. Na Luz, está ‘tapado’
Notícias

Notícias Mais Vistas

M