Braz Frade: «Jesus ladra como o dono manda»

Análise ao bate-boca entre Jesus e Rui Vitória

Record ouviu vários ilustres de Benfica e Sporting sobre o bate-boca entre Jesus e Vitória.

Braz Frade, antigo vice-presidente do Benfica

"Vitória respondera bem a Jesus, que passa o tempo a falar do Benfica. A contrarresposta de Jesus foi grosseira. Ele muda de opinião a cada semana, ladra conforme o dono manda. A 27 de dezembro admitia que Vitória podia ser o seu herdeiro. Agora disse isto! O que mudou de uma semana para a outra? Desta feita, Jesus foi longe de mais. Aliás, ele sempre disse todo o tipo de disparates." 

Pedro Gomes, antigo jogador do Sporting

"[Na apresentação do livro ‘Lances de poesia’, de que é autor] A troca de galhardetes entre Jorge Jesus e Rui Vitória? Isso não é poesia... Mas é um problema deles, portanto não quero entrar nessa discussão. O que digo é que a ética faz parte do treinador. Um treinador tem de ensinar, tem de dar uma boa imagem e bons exemplos. Acho que isto está a extravasar."

Isabel Trigo Mira, antiga dirigente do Sporting

"Mandar ‘farpas’ de vez em quando faz parte do futebol mas não me lembro de algo tão agressivo nem me revejo nessas posições. Tenho muita pena, porque gosto do Jorge Jesus. Já não importa quem atirou a primeira pedra. Transmite uma agressividade muito grande para os adeptos e não dignifica o futebol. Como costumo dizer, não temos inimigos, temos adversários." 

12
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0