Bruno Costa Carvalho 'emenda-se' sobre Cavani e aponta "outras coisas bem mais graves" no clube

Assumido candidato à presidência explicou posições

• Foto: Movenotícias

Bruno Costa Carvalho assumiu que "não devia ter feito" o comentário que fez sobre Cavani após consumada a eliminação do Benfica da Liga dos Campeões. O assumido candidato à presidência das águias garantiu que "a maioria dos benfiquistas não entende a gravidade na total irrelevância do Benfica na Champions League ano após ano".

"Quando acordarmos numa segunda liga europeia, aí vão perceber. Vão perceber, mas será tarde demais", vincou o empresário que preferiu agora "escolher melhor as indignações". "A OPA ilegal com objetivos opacos e que beneficiava em milhões alguém que é sócio do presidente do clube", deu como exemplo, falando também de Paulo Gonçalves ou  "a promiscuidade entre o desporto e a política traduzido pelo apoio de um primeiro-pinistro a um candidato cheio de problemas com a Justiça".

Leia as mensagens na íntegra:


Acho que a maioria dos Benfiquistas não entende a gravidade na nossa total irrelevância na Champions League ano após ano.

Quando acordarmos numa segunda liga europeia, aí vão perceber.

Vão perceber, mas será tarde demais.

Todos aqueles que são adeptos de frases feitas e benfiquismo demagógico dirão nessa altura que sempre avisaram. É mentira. Ninguém vos está a avisar a não ser eu e o movimento TODOS P'LO BENFICA. Já aconteceu a mesma coisa com o voto electrónico e com os estatutos do clube.

Quando acordarmos numa segunda liga europeia a culpa não será só de Vieira. Será de todos que não conseguem antecipar o que vai acontecer.

Isto só vai lá com total indignação e não com paninhos quentes e frases demagógicas.

Podem atacar-me à vontade, pois eu luto com todas as minhas forças pelo Benfica que quero e estou habituado à incompreensão e à posterior apropriação das ideias. É como o mundo funciona.

Escolher melhor as indignações

Ontem, absolutamente irritado com mais uma enorme decepção na Champions League, fiz um comentário ácido sobre a não vinda de Cavani para o Benfica.

Admito, sem dificuldade, que não o devia ter feito, mas é o que acontece quando se sofre intensamente com as derrotas do nosso clube.

No entanto, a indignação que por aí vi é absolutamente desproporcionada relativamente à gravidade do que eu disse.

Com efeito, achava que os meus consócios deveriam ter-se indignado da mesma forma com outras coisas bem mais graves como, por exemplo:

- Uma OPA ilegal com objectivos opacos e que beneficiava em milhões alguém que é sócio do Presidente do clube

- Continuarmos a fazer negócios com Paulo Gonçalves que aparece, por exemplo, e de forma milagrosa, a representar um jogador da segunda liga espanhola que o Benfica acaba de contratar

- Com a promiscuidade entre o desporto e a política traduzido pelo apoio de um Primeiro-Ministro a um candidato cheio de problemas com a justiça

- Que o clube continue alegremente a funcionar com um orçamento chumbado e nem tenha havido uma tentativa de o rever e de o submeter a nova aprovação

E claro, quanto a Cavani, levámos o verão todo com essa novela ridícula. Eu sou um dos que gostaria que ele tivesse vindo, não o escondo e já o disse publicamente. Talvez se cá estivesse já estivesse pago. Ontem perdemos quase 50 milhões de euros. Façam as contas.

Por Flávio Miguel Silva
27
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.