Bruno Lage: «Muito satisfeito com o que fizemos»

Treinador analisa jogo com o Anderlecht e já viu aspetos positivos apesar da derrota

• Foto: Miguel Barreira

Bruno Lage, treinador do Benfica, mostrou-se satisfeito na BTV com o que viu em campo diante do Anderlecht, apesar da derrota. O técnico começou por falar da despedida de Jonas, passando depois às dinâmicas que, diz, já viu nos encarnados.

Jonas

"Decidiu terminar da forma como queríamos, que era dentro de campo, chegar à marca bonita dos 300 golos e ser campeão. É um tremendo jogador, uma referência que se perde mas era um momento que tínhamos de viver juntos. Merece este carinho do público por tudo o que conquistou no Benfica."

Um Benfica melhor na segunda parte?

"Não é justo fazer esse tipo de análise. O jogo foi o que foi. Jogar com 30 jogadores, a gestão que fizemos foi a melhor. Apresentar os novos jogadores aos sócios, conhecerem o ambiente fantástico quando jogamos em casa. Tivemos muitos bons momentos na primeira parte e quando estávamos por cima é quando sofremos os golos. Quando recuperámos a bola no primeiro golo, perdemos ingenuamente e dá depois a oportunidade para o golo. Surge depois um golo num canto mas são situações normais neste início de época. O mais importante é que as três equipas que apresentamos já tiveram coisas que pretendemos. Tentar construir através do guarda-redes, pelos centrais, ligar jogo com os médios e chegar à zona da baliza. Um grande cruzamento do Nuno Tavares e uma entrada no sítio certo do Chiquinho. Por o que foi o jogo, perante uma equipa que tem mais duas semanas de trabalho, estamos muito satisfeitos com o que fizemos."

Escolhas para o ataque

"Equacionamos tudo. O que é justo é darmos uma oportunidade para todos se mostrarem e isso hoje não aconteceu. Dar 25 minutos a um jogador e ter de substitui-lo para que outro seja apresentado não é ser justo, mas não vamos ter muito tempo para isso. É verdade que temos uma base sólida que venceu o campeonato. Perdemos os dois homens da frente, duas referências, o mais velho e o mais novo. Tentaremos encontrar soluções, mas a partir do dia 1 e do dia 7, quando os internacionais regressarem, são eles que vão ditar, em função do rendimento. Queremos uma equipa à imagem do Benfica, com esta dinâmica, mas temos de prolongar o que fizemos bem ao longo do tempo e não alternando. Mas estamos muito satisfeitos e confiantes em construir uma grande equipa."

Por Luís Miroto Simões
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Bruno Lage é para blindar

Principal objetivo das águias é passar a cláusula de rescisão do técnico dos 10 milhões de euros para os 20 milhões

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.