Bruno Lage: «Se querem ver a importância do Taarabt na equipa é olharem para o Benfica-Tondela»

Lembra jogo da temporada transata em que o marroquino foi fundamental

• Foto: Luís Vieira/Movephoto

Bruno Lage abordou a importância de Taarabt no plantel do Benfica, falando ainda da renovação de Tomás Tavares. Também Conti foi tema de conversa mas a mudança de Cádiz para o Belenenses SAD ainda não mereceu qualquer comentário por parte do técnico.

Gabriel, Samaris e Taarabt

"Se colocasse o Adel a jogar, é quase o ‘by the book’. Como não funciono assim, mas sim jogo a jogo e com o que a relação de 11 jogadores me dá em campo... Se quiserem ver a importância do Adel na equipa é olharem para o Benfica-Tondela, levou-nos a marcar o golo e a conseguir os três pontos. Mas depois há outro jogo para preparar."

Inclusão de Tomás Tavares no plantel

"É mais um jovem que conhecíamos. O ano passado treinava várias vezes connosco e, em virtude da situação de laterais-direitos no plantel, não fazia sentido dar oportunidade ao João Ferreira sem ter o Tomás presente. Sobre ele e todas as renovações, é a mesma dedicação e empenho. Uma enorme satisfação por ver o reconhecimento do trabalho, coletivo e de cada um deles. Só posso ficar satisfeito por, para além dos títulos que conquistaram, terem essa melhoria de contrato."

Cádiz para o Belenenses SAD

"Não faço qualquer comentário."

Conti

"Não está no mercado, está apenas lesionado, é diferente. E até acho engraçado. Em jeito de brincadeira comentei: com tanta barca furada que anda por aí, foram dar uma medalha de lata a um jovem que um tem enorme valor e que passa por momento difícil porque voltou a lesionar-se e tem dois grandes jovens a jogar.

Todos nós em Portugal conhecemos o senhor Shéu. A carreira que fez, o que foi, os títulos, a forma como chegou ao Benfica, foi capitão, a carreira que fez depois enquanto diretor. Mas há uma coisa que não sabia e nas várias vezes em que a minha televisão não está no canal Panda, estava na BTV e passa um episódio sobre a carreira do Shéu. Não quero cometer um erro e isso foi passado aos jogadores: o Shéu chegou ao Benfica e esteve dois anos sem jogar. Agora digo: hoje, o Conti está há um ano sem jogar. Quantas medalhas de lata o Shéu tinha recebido? Mas isto são os tempos modernos, as pessoas querem que as coisas aconteçam já. Mas não é uma crítica. Qual é o jogador e o seu empresário que estão dois meses à espera que o jogador jogue e confirme? Vocês querem tudo à pressa, os jogadores querem tudo à pressa e o treinador tem de controlar as expectativas de 25 homens. Não é sair em defesa do Conti, mas tinha de aproveitar para fazer este pequeno apontamento."

Por Luís Miroto Simões
12
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.