Bruno Lage sobre o relvado da Luz: «Não podemos esconder o que é visível»

Treinador reconhece que há problemas e que o 'tapete' já causou lesões

A carregar o vídeo ...
Bruno Lage e a lesão de Rafa: «Imaginem que estão no chuveiro, a perna escorrega e a outra fica fixa»

Bruno Lage tinha reconhecido depois do jogo com o Lyon que o estado do relvado da Luz não é o melhor e este sábado, na antevisão da partida de amanhã com o Tondela, o técnico voltou a falar do assunto. Não considerou que a lesão de Rafa fosse uma consequência direta do estado do 'tapete', mas admitiu que já causou outras lesões.

"Há algo que é importante a perceber: falei do relvado a seguir aos jogadores do Lyon e porque me perguntaram sobre isso. Discutimos aqui as coisas internamente. É uma lesão muito semelhante à do Chiquinho. Imaginem que estão no chuveiro, uma perna escorrega e a outra fica fixa. Não é uma lesão antiga, porque o Rafa já treinava há algum tempo connosco, não foi ao Cova da Piedade mas estava pronto para jogar. Nós é que decidimos não o colocar em situações de risco", analisou o técnico. 

Sobre o relvado, reconheceu que não está no seu melhor: "Não podemos esconder o que é visível. Desde o jogo de apresentação com o Anderlecht, o relvado nunca conseguiu recuperar e tem-nos trazido problemas. Na circulação da bola, o relvado é pesado, o que leva a maior desgaste físico e tem-nos tirado alguns jogadores por lesão. Têm acontecido lesões, como entorses. É um problema, mas não vamos lamentar-nos sobre isso, temos é de arranjar soluções para resolver e vencer o próximo jogo."

E como será o Benfica em Tondela sem Rafa? "Há uma ideia coletiva da nossa forma de jogar e as dinâmicas são essas, bem como tirar partido do que cada jogador oferece. O Rafa oferece coisas muito boas, não tem receio de entrar em confronto com os adversários diretos em situação de drible, mas a ideia coletiva não muda com a sua ausência. O jogador que pode jogar naquela ou noutra posição irá dar o seu contributo com todo o seu potencial individual", assegurou Bruno Lage, que não avança com tempo de paragem do internacional português. "Não sei. No caso do Vinícius estavam previsto 23 dias e ao 23.º estava a marcar um golo. Isso é sempre dependente da forma como o jogador reage. Estamos satisfeitos com o trabalho do de médico nos casos do Vinícius e do Chiquinho."

Sobre o Tondela, o técnico antevê dificuldades por isso não quer a sua equipa a facilitar. "Trata-se de um jogo difícil porque o Tondela está a fazer um início de época muito bom. Joga num 4x4x2 com muita dinâmica a atacar e a defender, com forte pressão na frente, a tentar condicionar os adversários. Teremos de estar ao nosso melhor nível, o objetivo é reentrar no campeonato a vencer."

O técnico foi também inquirido sobre o facto de o Benfica ter investido 37 milhões de euros em dois avançados e parecer estar dependente de Rafa e Pizzi. "Dependente de quê? Para marcar golos? Dependemos de quem marca como de quem defende a nossa baliza. O Rafa marcou o golo, o Cervi fez o passe e também foi decisivo. O mais importante é tirar partido do coletivo e coletivamente resolver os problemas em cada jogo. Não me interessa quem marca os golos, quero é que a equipa tenha rendimento."








Deixe o seu comentário
  • CD Tondela
    -
    SL Benfica
  • (1)
    (X)
    (2)
  • 9
    5.6
    1.31
  • *Odds sujeitas a variação. Consulte o valor actual desta odd em www.nossaaposta.pt

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Rafa como Félix

Lage acredita que o futebolista pode cumprir papel do jovem, que rumou a Madrid, no verão

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.