Record

Camacho: «Podíamos ter marcado mais cedo»

TÉCNICO ESPANHOL RECUSA FALAR EM SORTE

Embora tenha visto a sua equipa fazer 2 golos nos instantes finais, Camacho não concorda que o apuramento do Benfica para os oitavos-de-final da Taça UEFA se tenha ficado a dever à sorte. É que o espanhol diz que o seu conjunto teve oportunidades suficientes para resolver o assunto... antes dos últimos minutos.

"Cometemos alguns erros defensivos, na segunda parte, que nos deixaram em situação difícil, mas a equipa conseguiu reagir. Continuámos à procura dos golos e eles acabaram por aparecer", atirou, pragmático, o treinador espanhol.

Colocado perante a questão da sorte, Camacho teve uma resposta curiosa. "Não se deve falar só de sorte ou azar. Sorte era ter conseguido golos sem atacar ou sem criar situações para isso. Lutámos para fazer golos. Podíamos ter marcado mais e mais cedo, pelo que até podemos dizer que tivemos azar por não ter acertado antes", disse, recordando, por exemplo, a perdida de Cardozo após passe de Sepsi.

Agora, nos "oitavos", o Benfica vai medir forças com uma equipa espanhola. O Getafe, como não poderia deixar de ser, é um conjunto sem surpresas para Camacho. "Vai ser uma eliminatória muito difícil. Eles estão a jogar muito bem, tanto em Espanha, mas principalmente na Taça UEFA. Tenho lá muitos amigos, desde o presidente até aos jogadores, mas vamos trabalhar com a ideia de seguir em frente. Nesta altura, já não existem opositores fáceis, mas temos sempre uma palavra a dizer", finalizou, na sala de imprensa, Camacho.
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

M