Cantos e livres são cartão de visita de Zivkovic

Sérvio é um dos homens das bolas paradas

• Foto: Luís Manuel Neves

Dada a sua qualidade técnica, um dos pontos em que Zivkovic mais se destaca é nos lances de bola parada. Habitualmente, nos pontapés de canto, divide a responsabilidade da marcação com Pizzi e, quando o internacional português não está em campo, assume-se de imediato como o marcador de serviço, apesar de ainda só ter 20 anos. Esta situação repete-se nos livres, especialmente nos laterais, onde consegue colocar a bola na grande área de forma precisa e tensa. Dada a qualidade dos cabeceadores que o Benfica tem no seu plantel, estes cruzamentos acabam por originar lances muito perigosos para os adversários. Na zona frontal, apesar de ser uma opção válida, o jovem ainda perde para jogadores mais experientes, como Jonas, mas na seleção sub-21 da Sérvia é o principal candidato a batê-los.

Forte concorrência na contratação

O Benfica, oficialmente, anunciou a chegada de Zivkovic no dia 5 de julho de 2016, mas o interesse na contratação do internacional sérvio começou um ano antes. Dada a qualidade que já mostrava no Partizan, o extremo foi igualmente desejado pelo Borussia Dortmund e duas equipas inglesas, mas a SAD encarnada conseguiu bater a concorrência em grande parte devido a uma operação de charme junto do pai do jogador. A estratégia resultou e a SAD acabou por bater a concorrência.


Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.