Record

Carlos Janela e as 'cartilhas': «Se for crime informático é caso de polícia»

Empresário dá a entender que pode ter existido uma violação de direitos

• Foto: Pedro Ferreira

Carlos Janela recusa tecer grandes comentários sobre as ‘cartilhas’, mas levanta a suspeição de poder existir... pirataria. Mas há que contextualizar. Ontem, Francisco J. Marques, diretor de comunicação do FC Porto, voltou a revelar um novo guião para os comentadores afetos ao Benfica, mas, desta vez, o clube disse que nada tinha a ver com este documento. A verdade é que existe e, sabe Record, o nome de Carlos Janela aparece como criador do documento. Ora, o antigo dirigente não confirma que o tenha escrito e recusa grandes comentários.

"Não o faço a coisas publicadas por clubes com os quais não tenho qualquer relação", disse, referindo-se ao FC Porto, mas levantou uma suspeição, deixando antever uma violação de direitos civis: "Podemos estar perante um caso de crime informático e, se assim for, estamos perante um caso de polícia. E isso já é algo que me ultrapassa."

Entretanto, Record contactou quase todos os comentadores afetos ao Benfica e nenhum confirmou ter recebido a nova ‘cartilha’, com instruções à primeira... ‘cartilha’. Pedro Adão e Silva, por exemplo, admitiu que recebe documentos do clube, mas que só escreve o que quer, enquanto outros como André Ventura, Domingos Amaral ou Jaime Antunes dizem que podiam ter recebido e que não há mal nisso, enquanto Leonor Pinhão foi clara: "Este não é o meu campeonato."

Por João Soares Ribeiro e Vanda Cipriano
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas