Carro de Bilal Ould-Chikh incendiado

Jovem viu as chamas consumirem o seu bólide, estacionado à porta de casa

• Foto: Rui Minderico

Bilal Ould-Chikh ficou ontem sem o seu carro. Um incêndio consumiu por completo o bólide do extremo holandês, um Mercedes C 63 AMG –, um modelo novo custa mais de 95 mil euros, como pode ver-se no site da marca alemã.

Assim ficou o carro de Bilal Ould-Chikh

O veículo encontra-se estacionado à porta de casa do futebolista, perto do Estádio da Luz. O fogo destruiu ainda outro carro, que se encontrava ao lado, e provocou danos noutros dois. O Regimento de Sapadores de Bombeiros de Lisboa extingiu o incêndio e, ontem à tarde, ainda se sentia o cheiro do material consumido pelo fogo. A PSP foi chamada ao local e, apesar das nossas tentativas, não foi possível obter esclarecimentos junto do oficial de dia da 3ª Divisão de Lisboa.

Excesso de velocidade

Esta não foi a primeira vez que Ould-Chikh teve problemas com o seu carro. Em novembro do ano passado, foi apanhado numa autoestrada, perto de Bordéus, França, a circular a mais de 230 km/h.

O extremo, de 19 anos, foi perseguido durante 58 quilómeros. Depois de intercetado, foi conduzido a um tribunal administrativo, que decidiu tirar-lhe a carta por seis meses e apreender-lhe o veículo.

Contratado em julho do ano passado ao Twente, a troco de 1,5 milhões de euros, Ould-Chikh realizou, em 2015/16, 13 encontros pela equipa B, na qual está integrado.

Por Francisco Laranjeira e Nuno Martins
25
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.