Chiquinho: «O principal objetivo era voltar ao Benfica»

Médio frisa que nunca baixou os braços, após uma primeira passagem pouco feliz pela Luz (2018/19)

• Foto: Paulo Calado

Chiquinho é, nesta altura, uma das figuras do plantel benfiquista, mas a verdade é que a primeira passagem pelo clube da Luz, em 2018/19, não foi assim tão feliz. Todavia, o criativo nunca baixou os braços e lutou por aquele que era um dos seus grandes sonhos.

"Quando cheguei cá pela primeira vez, sabia que tudo poderia acontecer. Vinha com a consciência de que as coisas tanto poderiam correr bem ou mal. Tinha estado na 2ª Liga e sabia que seria difícil ficar no plantel de uma equipa que luta sempre pelo título de campeão e que conta com tão bons jogadores", sublinhou o jogador, que depois de uma época emprestado ao Moreirense voltou a ser resgatado: "O meu principal objetivo era voltar. O meu foco foi sempre esse. Fazer um bom ano em Moreira de Cónegos e regressar."

A verdade é que o objetivo que Chiquinho traçou foi alcançado e o regresso foi mesmo pela porta grande. Para tal, assim como em tudo o que conseguiu na carreira, o jogador, de 24 anos, reconheceu que a personalidade e persistência foram determinantes. "Tenho uma mentalidade forte e vou sempre à luta. Não vou abaixo. Penso que na vida há sempre coisas piores. E eu, podendo estar a fazer o que mais gosto todos os dias, já é muito bom", sublinhou o avançado, em declarações à Benfica Play.

O suporte de tudo

Numa conversa emocionada, o médio-ofensivo desfiou memórias de infância e mostrou sempre um tremendo reconhecimento por todos aqueles que o ajudaram a chegar onde chegou. "A família é tudo. Sempre se sacrificaram por mim e deram-me tudo para poder ser feliz. O meu pai fazia viagens de 45 minutos todos os dias para me levar ao treino, para lutar pelo meu sonho. Tudo fizeram para eu chegar onde cheguei", vincou.

Chiquinho reconheceu que passava os dias inteiros a jogar futebol na rua, mas confessa que o sonho de poder vir a ser jogador de futebol e fazer disso a sua vida só chegou alguns anos mais tarde. "Quando és criança só te queres divertir a fazer o que mais gostas. No meu caso, era jogar futebol. Só nos juniores [Leixões] é que comecei a acreditar que poderia ser profissional."

Orgulho impera em família benfiquista

"Estou com uma alegria imensa por ele ter chegado ao clube que eu amo". Estas palavras são do pai de Chiquinho, José Ferreira Machado, e expressam o que ele e restante família sentem por ver o filho a jogador de águia ao peito. Aliás, quando o criativo assinou pelo Benfica, a notícia até foi comunicada de forma original. Chiquinho reuniu a família e o empresário, Bruno Carvalho Santos, que no final do almoço disse que tinha uma sobremesa especial: "Um bolo com o símbolo do Benfica", revelou o ‘19’. 

Por Valter Marques
Deixe o seu comentário
  • FC Porto
    -
    SL Benfica
  • (1)
    (X)
    (2)
  • 2.2
    3.3
    3.35
  • *Odds sujeitas a variação. Consulte o valor actual desta odd em www.nossaaposta.pt

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.