Dois vermelhos seguidos é inédito na era Rui Vitória

Conti e Rúben Dias

A expulsão de Rúben Dias em Atenas, aliada à de Conti em Chaves, originaram uma situação inédita desde que Rui Vitória chegou ao Benfica – nunca a equipa tinha ficado com menos um jogador em dois jogos seguidos. É preciso recuar à temporada 2013/14 para encontrar uma situação idêntica, numa altura em que a equipa era comandada por Jorge Jesus. Frente ao FC Porto, Steven Vitória foi expulso, no jogo que antecedeu a a deslocação ao reduto da Juventus. Aí, a equipa acabou com menos dois jogadores, devido aos vermelhos vistos por Enzo Pérez e Markovic.

Contudo, com Rui Vitória foi a terceira vez que a equipa ficou a jogar com 10 elementos ainda na primeira parte, mas acabou por vencer e marcar sempre após o intervalo. Renato Sanches foi expulso no terreno do Marítimo, na época 2015/16, mas Talisca garantiu a vitória nos Barreiros. Já Carrillo, em 2016/17, tinha marcado ao Arouca quando a equipa ficou a jogar com menos um, após expulsão de Ederson. Algo que se repetiu agora na Grécia com Alfa Semedo.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.