Dos autocarros exclusivos às refeições à porta: o plano para os jovens do Benfica

Pedro Mil-Homens, diretor da formação encarnada, explica os procedimentos que foram adotados devido ao COVID-19

• Foto: Rui Minderico

Pedro Mil Homens, diretor-geral da formação do Benfica, explicou este domingo como os encarnados se organizaram após o cancelamento dos trabalhos da sua formação. Do aluguer de autocarros para deslocação dos jovens atletas portugueses para as suas residências, ao acolhimento dos estrangeiros, o dirigente sublinhou que o clube "deu a devida atenção ao problema do COVID-19" e que "elaborou logo um plano de contingência"

"Logo que a FPF suspendeu as competições de futebol jovem, o Benfica decidiu terminar todas as suas atividades e treinos e contactou os pais dos seus atletas residentes e organizou um processo de transporte em autocarros alugados e exclusivos, que levou os nossos cerca de 90 atletas para as suas residências. Todos os pais foram contactados previamente. Todas as viagens decorreram com alguém do Benfica a acompanhar os nossos atletas. Todos os pais dos cerca de 400 atletas receberam uma carta explicativa desta situação, com todas as recomendações e com os nossos contactos e das linhas especiais que o Benfica criou para contacto acerca desta situação", começou por dizer à BTV.
 
"As nossas equipas técnicas preparam planos individuais de preparação para os nossos atletas com a recomendação expressa de que esse processo de treino deverá acontecer em casa e nunca em espaços fechados, como ginásios ou piscinas. Para os estrangeiros residentes foram encontradas soluções em casa de colegas na zona do Seixal. Todos os atletas estão avisados de forma formal que não estão autorizados a viajar para fora de Portugal, que se devem manter em casa e seguir todas as indicações das autoridades de saúde e as do clube", acrescentou Mil-Homens.
 
O diretor da formação referiu ainda que "os dois atletas que precisam de manter tratamento médico serão transportados, diariamente, em transporte individual do clube que os levará ao Benfica Campus para realizar o tratamento e que os levará de novo até casa". De resto, os que habitualmente comiam no Seixal terão as suas refeições em casa, através de um "esquema de distribuição de porta a porta, nas suas residências."

1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0