E-Toupeira: Paulo Gonçalves fala a 16 de novembro

Será ouvido no Tribunal Central de Instrução Criminal

• Foto: Lusa

Paulo Gonçalves, ex-assessor jurídico da SAD do Benfica que está indiciado pela prática de 79 crimes no âmbito do processo E-Toupeira, será ouvido no Tribunal Central de Instrução Criminal no dia 16 de novembro, às 14 horas.

Segundo o ‘Correio da Manhã’, ao antigo dirigente das águias seguir-se-ão, no dia 20 às 15 horas, Fernando Gomes e Pedro Proença, presidentes da Federação Portuguesa de Futebol e da Liga, respetivamente. Nesse mesmo dia, às 16h30, será ouvido Luís Bernardo, diretor de comunicação do clube da Luz. Júlio Loureiro e José Augusto Silva, funcionários judiciais já constituídos arguidos, serão interrogados nos dias 13 e 14 através de videoconferência.

Entre as testemunhas arroladas pelo Benfica estão apenas dois administradores da SAD: Domingos Soares de Oliveira e Nuno Gaioso Ribeiro. Luís Filipe Vieira não irá, assim, comparecer em tribunal para prestar declarações.

Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.