e-toupeira: Paulo Gonçalves nega corrupção

Explicou que agiu por amizade

• Foto: Duarte Roriz

Arguido no processo E-Toupeira, Paulo Gonçalves nega a acusação de corrupção, explicando que agiu por amizade. Segundo a acusação do Ministério Público (confirmada pelo Tribunal de Instrução e pela Relação), José Augusto Silva seria corrompido por Gonçalves, que oferecia bilhetes para jogos do Benfica a troco de informações em segredo de Justiça sobre processos judiciais que envolviam o Benfica e os seus rivais.

A defesa, a cargo de Tiago Rodrigues Bastos, pretende demonstrar que essa oferta de bilhetes começou, todavia, dois anos antes da alegada passagem de informação e, como tal, nunca serviu para corromper o funcionário judicial.

Por Record
13
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.