Falha de holofotes provoca interrupção

Jogo parou cerca de três minutos

• Foto: Luís Manuel Neves

O encontro entre Estoril e Benfica esteve interrompido cerca de três minutos, devido à falha de alguns holofotes que estavam na cobertura do estádio. A quebra aconteceu aos 76 minutos e, uma vez que a iluminação ficou reduzida, Vasco Santos entendeu parar o jogo.

O juiz do Porto dialogou, então, com os delegados das duas equipas e da Liga, Nuno Pedro, junto à linha lateral. Aproveitando essa pausa, Rui Vitória deu algumas indicações aos jogadores, enquanto Júlio César realizou exercícios com o treinador de guarda-redes, Hugo Oliveira.

Consultados os delegados, Vasco Santos reatou o encontro, sem que esses holofotes voltassem a funcionar. Até final, o jogo decorreu com a iluminação mais reduzida. Este é o segundo desafio consecutivo dos bicampeões nacionais prejudicado por fatores exteriores. A partida com o Nacional, no domingo, foi interrompida aos 8 minutos, devido ao nevoeiro que prejudicou a visibilidade na Choupana. O encontro foi reatado no dia seguinte. Desta vez, não foi preciso esperar muito, já que foi entendimento de que havia condições para o desafio prosseguir. Vasco Santos acabaria por dar cinco minutos de compensação.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.