Record

Fernando Santos: «Foi um desfecho injusto»

TÉCNICO BENFIQUISTA SEM DÚVIDAS

A derrota com o FC Porto não deixou Fernando Santos convencido da superioridade dos dragões, considerando tratar-se de um resultado injusto para o que o Benfica fez, especialmente na segunda parte do encontro.

"Acho que foi um desfecho injusto, eu tinha razão para não querer assinar um empate antes do jogo. Entrámos bem no aspecto ofensivo, mas no processo defensivo demos demasiados espaços e não nos encontrávamos. O FC Porto foi feliz no primeiro golo, de ressalto, e depois o Quaresma conseguiu um golo excelente, mas nós continuámos a fazer boas coisas no plano ofensivo e dispusemos de boas oportunidades para marcar antes do intervalo", começou por dizer o técnico encarnado em declarações à Sport TV.

A equipa benfiquista reagiu bem na segunda parte e Fernando Santos reconheceu isso mesmo, referindo que o Benfica foi melhor e lamentando-se da forma como sofreu o terceiro golo portista.

"Ao intervalo disse aos jogadores que era preciso manter a calma. Expliquei que o problema não estava no processo ofensivo. Estávamos a conceder muitos espaços de contra-ataque e com adversários de valor sentimos dificuldades nessas condições. Disse que se acertássemos defensivamente e fizéssemos um golo podíamos dar a volta e foi isso que aconteceu: equilibrámos o jogo e fomos melhores. Depois de fazermos o empate aconteceu aquilo no final...", acrescentou o técnico.

Apesar do desaire frente a um rival directo na luta pelo título, o treinador do clube da Luz não se mostra desmoralizado tal como garante que não irá afectar a "performance" da equipa em jogos futuros.

"Uma derrota são sempre pontos que não queremos perder, mas saliento uma vez mais que o resultado é muito injusto, pois mandámos no jogo na segunda parte", concluiu.
94
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

M