FIFA condena Benfica a pagar mais de 3 milhões de euros a Bilal

Organismo não reconheceu justa causa na rescisão por parte do Benfica

A FIFA condenou o Benfica a pagar mais de 3 milhões de euros a Bilal. O organismo não reconheceu justa causa na rescisão unilateral por parte do Benfica em março de 2017, uma decisão que foi esta quarta-feira notificada a todas as partes envolvidas no processo.

As águias ainda podem recorrer para o Tribunal Arbitral do Desporto, mas Gonçalo Almeida, advogado do holandês, explicou, em exclusivo a Record, que "99% das pretensões foram alcançadas para já". "Este é um processo de litígio laboral que opunha o Benfica ao Bilal, relativo à recisão unilateral e antecipada do contrato invocando justa causa", começou por explicar.

"Intentámos uma ação na FIFA e saiu a decisão. As partes foram notificadas e a FIFA não reconhece a justa causa e condenou o clube a indemnizar o jogador num montante bem superior a 3 milhões de euros. Esta decisão reconhece que 99% das pretensões foram alcançadas para já", rematou.

Diga-se que a Federação Portuguesa de Futebol, a Federação Holandesa, a FIFA, a UEFA, o Benfica e o advogado foram todos notificados esta quarta-feira da decisão do organismo que gere o futebol mundial.

Por Pedro Gonçalo Pinto
127
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.