Record

Fuga de informação inviabiliza acordo com Scolari

NEGOCIAÇÕES ESTAVAM BEM ENCAMINHADAS

Fuga de informação inviabiliza acordo com Scolari
Fuga de informação inviabiliza acordo com Scolari • Foto: Carlos Patrão
Uma fuga de informação abortou ontem a hipótese de um acordo entre o Benfica e Luiz Felipe Scolari. O seleccionador afastou a possibilidade de assumir o comando técnico dos encarnados, depois de ter sido noticiado, por "Expresso on-line" e "Maisfutebol" o entendimento, que ainda não existia, entre as duas partes. O técnico está convicto de que a "dica" saiu da Luz.

As negociações com o treinador até estavam bem encaminhadas. Como previsto, Gilmar Veloz, representante do brasileiro, chegou ontem a Lisboa para informá-lo do interesse dos encarnados. E adiantou que Scolari sente falta de trabalhar num clube: "Gosta da correria do dia-a-dia, bem diferente da selecção, em que conta com os jogadores três ou quatro dias. Isso deixa-o um pouco angustiado, pois, mesmo indo todos os dias à Federação, não é a mesma coisa."

Da parte dos encarnados, a única reacção à atitude de Scolari partiu de Cunha Vaz, em forma de declaração. "Tem-se assistido na Comunicação Social a um desenrolar de nomes de possíveis treinadores do Benfica, que já passaram por Vanderlei Luxemburgo, Luiz Felipe Scolari, Luis Fernández, Gérard Houllier, Guus Hiddink e Ronald Koeman. Um dia destes algum acerta."

E acrescentou: "O Benfica tem sido claro nos desmentidos, nomeadamente em relação ao sr. Scolari. Não só pelo respeito que o próprio me merece, mas, acima de tudo, pelo respeito que a Selecção merece de todos os portugueses sem excepção. Assim, o Benfica, tal como o seu presidente afirmou na despedida do sr. Camacho, apela aos órgãos de Comunicação Social para, mesmo tendo em conta uma respeitável curiosidade própria do jornalismo, colocarem acima do interesse jornalístico o interesse nacional."

Gorada a solução-Scolari (o Benfica tencionava apresentá-lo após o Europeu), os encarnados mantêm-se tranquilos à procura de sucessor para Camacho. Curiosamente, o francês Luis Fernández, também equacionado, continua sem renovar pelo Espanyol.

Vieira nega assinatura de Felipão

Ainda antes de Scolari "explodir" em plena sala de imprensa do centro de estágio de Alcochete, Luís Filipe Vieira estava sentado ao lado de Camacho, na despedida do técnico espanhol do Benfica, na Luz. Nessa altura, o presidente dos encarnados referiu que não tinha "nenhum compromisso" com ninguém para substituir o novo treinador do Real Madrid. "Tem de ter um perfil igual ao de Camacho. Brevemente o Benfica vai ter treinador", adiantou apenas, negando depois a existência de acordo com o brasileiro da selecção. "Nego categoricamente que Scolari tenha assinado alguma coisa com o Benfica. Na altura própria, o Benfica vai anunciar qual será o treinador."
22
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

M