Gerárdi Gili: «Benfica estava 20 anos à nossa frente»

Antigo treinador do Marselha lamenta condições dos franceses em 1990

• Foto: D.R.

Gerárdi Gili acabou a carreira de futebolista no Marselha e ali começou a de treinador. Em 1989/90, o então técnico da formação francesa mediu forças com o Benfica na meia-final da Liga dos Campeões decidida pela célebre mão de Vata, que colocou as águias na final diante do AC Milan.

Apesar da aposta nas conquistas europeias, Gili documentou o atraso do Marselha há 30 anos. "Quando fomos jogar a casa do Benfica, percebemos que, em termos de instalações, eles estavam 20 anos à nossa frente. Todos os clubes com que jogámos na Liga dos Campeões tinham um centro de treinos, mas nós não. Todos foram com suas malas pela manhã e partiram com seus pertences para lavá-los em casa. Não havia ninguém para nos fazer isso", vincou o treinador, hoje com 67 anos, à publicação 'So Foot'. "Estávamos a trabalhar em condições que hoje seriam consideradas como as de um clube amador", deixou claro.

Sobre o lance que decidiu a meia-final a favor dos encarnados, Gili sublinhou que se tratou de um "flagrante erro de arbitragem" que privou o Marselha de uma final da então Taça dos Campeões Europeus.

"O Bernard Tapie entendeu imediatamente que os clubes são arbitrados de maneira diferente, de acordo com sua reputação", explicou.

Por Flávio Miguel Silva
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.