Gomes da Silva antecipa "guião" de como Vieira "será presidente da SAD até ao fim da vida"

Ex-vice do Benfica escreve carta aberta a presidente da AG dos encarnados sobre a OPA

• Foto: Vítor Chi

Rui Gomes da Silva divulgou esta segunda-feira uma carta aberta a Luís Nazaré, presidente da AG do Benfica, acerca da OPA parcial lançada pela Sport Lisboa e Benfica SGPS. "Que este texto sirva para te dar a força extra que precisarás para, com a legitimidade que te advém desse cargo - o primeiro de todos nós - fazeres tudo (tudo mesmo) para impedir esta jogada para que estamos a ser levados com a ignorância de uns, a boa fé de outros, o voluntarismo de outros tantos, a conivência de uns poucos, contra a frieza e a determinação de alguns (muito poucos) que se acham com o direito de ficar com o Benfica para eles!", começa por escrever na sua coluna semanal no blog 'Novo Geração Benfica'.

O antigo vice-presidente das águias - que no texto de hoje volta a sublinhar a sua candidatura à presidência do Benfica nas próximas eleições -, avança com uma lista de 10 passos daquela que diz ser a "estratégia de ficar com o Benfica para a Família (em todas as suas asserções, pois claro)": entre o "passo 1 - Benfica concretiza a compra de ações da BENFICA SAD, tal como anunciado, perante a passividade da CMVM (no seguimento, como sempre, aliás, de toda a passividade com os poderosos enquanto eles o aparentam ser)" - e o passo 10 - "O Benfica deixará de ser nosso, o atual presidente será presidente da SAD até ao fim da vida e o Seixal servirá como abastecedor de uma estratégia de entreposto de jogadores, com os sócios a constarem a forma como foram enganados embora já nada seja possível fazer" - Gomes da Silva elenca um "guião" dos "meses mais próximos" no que à OPA diz respeito.

E dirige-se a Luís Nazaré: "O que te pergunto é se o teu benfiquismo - tanto como o meu, como de milhões espalhadas por esse mundo - não te dará forças para lutar contra esta apropriação individual, abusiva e irreversível do Benfica por gente para quem o SLB passará de instituição (o que já era muito mau) a activo (o que será inqualificável)".

Leia os 10 pontos avançados por Gomes da Silva:

"PASSO 1 - Benfica concretiza a compra de ações da BENFICA SAD, tal como anunciado, perante a passividade da CMVM (no seguimento, como sempre, aliás, de toda a passividade com os poderosos enquanto eles o aparentam ser).


PASSO 2 - Com essa operação, o BENFICA devolve 32 milhões de euros a investidores amigos e companheiros - de viagem ou de viagens, de compras ou de vendas  - do Presidente, que verão as suas ações valorizadas em 81% (em relação ao valor que tinham antes do anúncio da operação).


PASSO 3 - Embora "a estrutura" tenha posto a circular que os interessados na aquisição de uma posição relevante, enquanto futuros possíveis parceiros estratégicos, pudessem ser a FOSUN ou a HUAWEY, acabaremos por descobrir que essas empresas não estão interessadas na compra de ações da BENFICA SAD (se assim fosse teriam já anunciado essa intenção).


PASSO 4 - Aparecerão, então, outros potenciais acionistas interessados - desconhecidos de quase todos mas conhecidos de quase ninguém - mas com exigências diversas que vão desde uma diminuição no valor da ação até à não aceitação do disposto nos Estatutos do BENFICA.


PASSO 5 - Continuaremos a ganhar cá dentro e a demonstrar a nossa fragilidade na EUROPA do futebol, começando a aparecer as primeiras análises (encomendadas e bem pagas, obviamente) sobre a inevitabilidade de investimento externo para voltarmos a poder ambicionar a conquista de um título europeu.


PASSO 6 - Será, então, colocada aos sócios do BENFICA a opção: ou aceitam perder a maioria na BENFICA SAD para terem uma equipa para a EUROPA ou teremos que nos resignar a esta supremacia doméstica.


PASSO 7 - Os sócios - levados por esses cantos de sereia, votarão, em Outubro de 2020, a revogação do n° 2 do art.° 4.º dos Estatutos do BENFICA.


PASSO 8 - Apesar de tudo, o voto electrónico confirmará a perda do controle da BENFICA SAD pelo BENFICA (ou, numa versão mais "soft", a possibilidade de acordos para-sociais que visem o mesmo objetivo de quem idealizou esta estratégia: o retirar da esfera do BENFICA o controle da SAD).


PASSO 9 - Entrarão, então, na BENFICA SAD, "parceiros estratégicos" que apenas o serão do nosso actual parceiro estratégico e do actual Presidente, desconhecidos de toda a gente, mas muito bem conhecidos e amigos de quem agilizar essa operação.


PASSO 10 - O BENFICA deixará de ser nosso, o atual Presidente será Presidente da SAD até ao fim da vida e o Seixal servirá como abastecedor de uma estratégia de entreposto de jogadores, com os SÓCIOS a constarem a forma como foram enganados ... embora já nada seja possível fazer!"

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.