Gomes da Silva quer que "OPA para ricos" vá a AG no Benfica: «Falta de transparência»

Antigo 'vice' dos encarnados fala em negócio "para dar a ganhar uns milhões largos de euros a um punhado de amigos"

Rui Gomes da Silva aponta o dedo à OPA da SAD do Benfica sublinhando que a mesma deve ser levada a Assembleia-Geral (AG) do clube. Na sua coluna semanal no blog 'Novo Geração Benfica', o ex-vice dos encarnados questiona os motivos da OPA anunciada.

"Para quê? Essa é a grande incógnita! À primeira vista para dar a ganhar uns milhões largos de euros a um punhado de amigos, novos amigos, ex amigos, ou ex amigos que voltaram a ser amigos do - ainda - presidente do Benfica! Para dar a ganhar uns milhões, ao pagar o que não precisava de ser gasto, por garantir um prémio de 81% face à cotação de mercado das ações em causa, no dia em que foi anunciada essa intenção. Uns milhões que poderão ter um valor bem mais significativo, se forem pagos ainda este ano, não vá o Governo mexer na tributação das mais valias das ações, com o englobamento desses valores nos impostos a pagar pelos respetivos titulares!", escreveu.

E prossegue: "Uns milhões que não têm nenhuma razão para serem desembolsados. (...) Concretizando, como poderão - debitando o que lhes mandam dizer - repetir, vezes sem conta, que a operação servirá para pagar a quem investiu ao princípio na SAD quando, entre os beneficiários da medida estão (para além do - ainda - Presidente do Benfica, embora a dois tempos), um ex magnata da comunicação desportiva que sempre nos prejudicou, um empresário que só começou a comprar ações desde há 2 anos a esta parte, ou um empresário que continua a sua vida em Angola?".

Gomes da Silva atira-se então à "falta de transparência". "O Benfica está com muito dinheiro mas antecipa receitas dos direitos televisivos (com uma perda - a acreditar nos "media" - de 21% para quem intermedeia a operação)! O Benfica não quer vender João Félix, mas paga 12 M € de comissões por uma venda que não quis! O Benfica anuncia uma venda a pronto mas, depois, sabe-se que é o clube que arranja a empresa de intermediação financeira que possibilitou a tal venda que não queria! Ora, se tudo é assim tão simples, nesta OPA para ricos, porque não levar o assunto a uma AG do Benfica, para que os sócios - os donos do clube, por muito que isso custe a este novo DDT - possam dizer o que querem? Só assim se poderá dizer que a direção age em nome de todos nós! Ou será que a falta de transparência é para continuar? Há, hoje, pela Luz e pelo Seixal, um Benfica feito de negócios, com base em decisões unipessoais, e não de forma colegial! Vimos, num artigo do jornal inglês 'The Guardian', um hipotético esquema de circulação de dinheiro que - estou certo - merece o vivo repúdio de muitos diz que estão nos órgãos sociais!"

«Enxovalhados na Europa»

Rui Gomes da Silva sublinhou ainda o "enxovalho" que de que o Benfica tem sido alvo. "Ora se tudo isto for mentira, então acordaremos um dia e o - ainda - presidente do Benfica irá surpreender-nos com um recuo e dizer que, afinal, não faz sentido investir mais de 32 milhões para pagar aos amigos quando andamos a ser enxovalhados na Europa do futebol! E partirá para a aquisição de verdadeiros reforços (sem 10% de prémio por cada compra), face à opinião unânime de que temos, hoje, um dos planteis mais fracos dos últimos anos! Dará para ganhar cá dentro porque a concorrência é o que é.
Mas é tão triste ficarmos felizes só por conseguirmos ser superiores ao FC Porto e ao Sporting! Porque, a continuar assim, o - ainda - Presidente do Benfica, que sonhou, um dia, poder desalojar Cosme Damião da imaginação dos benfiquistas, corre o risco de substituir, de facto, Vale Azevedo, pela rejeição e pelo desprezo de (quase) todos nós!"

Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.