Gomes da Silva quer ver no Benfica "um treinador conhecido na elite do futebol mundial"

Antigo vice-presidente dos encarnados deixa críticas a Bruno Lage após derrota na Ucrânia

• Foto: Vítor Chi

Rui Gomes da Silva contata na crónica que habitualmente assina no blogue 'Novo Geração Benfica' que "há erros que podem custar muito caro". O antigo vice-presidente dos encarnados refere-se às "três derrotas e um empate em quatro jogos", bem como à incursão que o Benfica fez nos mercados de verão e de inverno.

"Constatamos hoje que não contratámos - quer em julho, quer em janeiro - para suprir as nossas necessidades. Porquê? Que razão justifica ignorar as debilidades do plantel?", escreve.

Depois, não poupa nas críticas a Bruno Lage. "Em Kharkiv, o Benfica apresentou-se frágil e apático, contra uma equipa que não joga desde dezembro, mas com uma agressividade, um ritmo, uma garra e uma organização tática muito mais de Champions do que nós! Como pôde Bruno Lage ter gostado de um jogo em que só aos 40 minutos fizemos o 1.º remate à baliza? Como pode o treinador do Benfica ter gostado de um jogo em que o nosso melhor jogador foi Odysseas, que, com uma grande exibição, evitou 4 ou 5 golos? Como pôde Bruno Lage ter gostado de um jogo em que só meteu Samaris já nos descontos, ele que - como todos já percebemos - tem de jogar sempre, para além de ser, hoje, o porta estandarte dessa mística e dessa vontade de ganhar de que se fazem os campeões? Como pode o treinador do Benfica ter gostado de um jogo com as confusões posicionais de Chiquinho e os sucessivos erros de 'entrada' e de 'saída' de Taarabt?"

Gomes da Silva, assumido candidato à liderança do Benfica, explica o que faria se fosse líder dos encarnados - "nos últimos anos, os nossos resultados, na Liga dos Campeões, só nos têm envergonhado! Estamos muito longe do sonho europeu".

Pormenoriza, ainda, como reforçaria o plantel e que treinador contrataria. "Um treinador à Benfica! Um treinador de futebol ofensivo, sem receios, que seja capaz de voltar a querer vencer em qualquer Estádio do Mundo! Um treinador conhecido na elite do futebol mundial, que não seja só importante por ser o treinador do Benfica, mas - antes - de que o Benfica tire proveito da sua notoriedade! Para conduzir, tecnicamente, um Benfica, que volte a vencer, dominando e atacando, inspirado em Bela Guttmann, Fernando Riera, Eleck Schwarz, Otto Glória, Jimmy Hagan, Sven-Goran Eriksson ou - mesmo - Toni ou Jorge Jesus!"

39
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.