Miccoli: «Até tremo só de ouvir o hino do Benfica»

Miccoli admite dívida eterna às águias, mas é também fã do Nápoles

• Foto: Vítor Chi

Antigo jogador do Benfica, o italiano Fabrizio Miccoli vai assistir ao duelo de terça-feira, entre águias e Nápoles, da 6.ª jornada do Grupo B da Liga dos Campeões, de coração dividido. De um lado a equipa lisboeta, na qual jogou durante duas temporadas, e do outro o Nápoles, a equipa do seu coração. Como espera, então, Miccoli que tudo se desenrole na Luz?

"Não posso mentir, sou um grande fã do Benfica, mas também do Nápoles. Devo imenso ao Benfica: foi um dos melhores momentos da minha carreira. Na terça-feira, a equipa de Sarri tem de ter muito cuidado, porque o Estádio da Luz é a maior força do Benfica. Os adeptos são excecionais, o hino até me faz tremer e mal posso esperar para o ouvir de novo. A minha esperança é que se apurem ambos", começou por admitir, em declarações ao 'Corriere del Mezzogiorno', recordando depois o dia em que ficou perto de reforçar os napolitanos.

"Em 2007 estive perto de me juntar a eles, mas acabaram por contratar o Lavezzi e eu fui para o Palermo, onde escrevi a minha história e onde me senti em casa. Conheço muitas pessoas em Nápoles e é uma equipa que tenho no coração. Apenas tenho pena de não ter vestido a sua camisola, que era um sonho de criança", admitiu.

Para o desejo de Miccoli se concretizar, o Besiktas não pode triunfar diante do Dínamo Kiev e, depois, entre águias e italianos terá de se registar um empate. Pode até haver vitória de uma das equipas, sendo que neste caso os turcos teriam de perder.

Eis as contas do Grupo B

1. Benfica, 8 pontos/5 jogos
2. Napoles, 8/5
3. Besiktas, 7/5
4. Dínamo Kiev, 2/5

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0