'Jejum' de golos não preocupa Raul de Tomas: «Enquanto a equipa continuar a ganhar...»

Avançado espanhol deixa claro que o importante é o sucesso coletivo

• Foto: David Cabral Santos

Raul de Tomas ainda não marcou qualquer golo oficial pelo Benfica, mas essa seca de golos não parece abalar o dianteiro espanhol. Em entrevista à BTV, o ex-Real Madrid assumiu que para si o mais importante é que a equipa consiga conquistar os 3 pontos em todos os encontros disputados

"A única coisa que posso dizer é que tenham tranquilidade. Confio em mim a 100 por cento, as coisas vão saindo aos poucos. Para mim, o que é importante não é o que as pessoas possam pensar sobre os golos, mas simplesmente que a equipa ganhe todos os jogos. No final isso é o mais importante. Enquanto a equipa continuar a ganhar, mesmo que eu não marque, estou tranquilo. Isso é o mais importante", declarou o dianteiro.

"Quando estás seguro de ti mesmo, não tens de te servir nervoso. Sempre vou respeitar a opinião dos adeptos, das pessoas e da imprensa, mas nesse sentido estou tranquilo porque marquei golos toda a minha vida. Penso que vão chegar, não sei quando, mas se tiveres confiança as coisas vão chegar. Oxalá possa marcar no fim-de-semana, se não for, então na terça-feira. Não é algo que tenha em mente ou que me preocupe. Preocupa-me sim que a equipa ganhe e que animicamente o balneário esteja bem."

A origem do RDT e a alimentação

À BTV, Raul de Tomas explicou também como surgiu  a ideia de colocar RDT na camisola e também os cuidados que tem com a sua dieta.

"Há uns anos eu não dava muita importância à alimentação, e quando comecei a treinar com o meu treinador pessoal mudei as minhas rotinas de alimentação, porque entendi que era necessário. A alimentação e descanso são 80 por cento do rendimento, acho que é muito importante alimentar-me de forma perfeita para render como quero. Custou-me um pouco ao início, mas rapidamente passou. Cozinhar? Não! O Pablo, o meu treinador que vive comigo, é que cozinha e me orienta no ginásio. Ele é que faz tudo nessa área."

Importante para o dianteiro é também o descanso. "Eu acredito na recuperação, no descanso e no trabalho que faço à tarde. Creio que para estares ao mais alto nível tens de estar preparado. Há quatro anos que tenho um treinador pessoal que está comigo todos os dias e tentamos fazer tudo da melhor forma para que quando chega a competição, esteja tudo perfeito. Sou muito perfecionista e tento cuidar de tudo da melhor maneira. Posso dizer que há situações em que, por mais que trabalhes, as coisas não correm bem, mas com paciência e com foco no trabalho elas acabam por acontecer mais cedo ou mais tarde."

Já sobre o RDT, tudo surgiu numa conversa com o seu treinador. "Estávamos a conversar no carro e ele perguntou-me porque é que eu não metia na camisola RDT em vez de Raul De Tomas. Pensei nisso e disse ‘porque não’? Gosto de ter as minhas iniciais na camisola. Desde pequeno que uso o 9, exceto quando estive no Valladolid e Córdoba. Sempre joguei com o 9 e gosto dele."

Ronaldo é exemplo

Para Raul de Tomas, a forma como Cristiano Ronaldo tem cuidado com a sua condição física é um exemplo a seguir para alguém que quer estar no topo das suas capacidades: "É um jogador que gosta muito de trabalhar e é muito profissional. Temos de o ver como um exemplo, assim como todos os jogadores que são assim. Os jogadores vivem disto e tudo tem de estar perfeito para quando chegar a competição. É como um automóvel, se não colocares gasolina, ele não anda. É igual. Se não cuidas do corpo a 100 por cento, nos jogos não estarás a 100 por cento."

Por Ricardo Granada
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.