João Félix: «Estive para deixar o futebol e experimentar outro desporto»

Relata momentos difíceis quando era mais novo

• Foto: Miguel Barreira

João Félix admitiu que esteve perto de deixar o futebol e começar a praticar outro desporto quando era mais novo. O avançado do Benfica lembra-se dos tempos da formação, quando não era opção, e diz que o pai foi determinante.

"Cheguei numa altura em que não jogava. Não sentia prazer em jogar futebol. Estive mesmo para deixar o futebol e experimentar outro desporto. Depois o meu pai convenceu-me, disse-me que nada ia ser fácil, que tudo era conquistado com sacrifício. Ouvi o que ele disse e segui o meu caminho", frisou o jogador em declarações ao magazine da UEFA.

Os anos passaram e Félix está agora na equipa principal do Benfica, numa época que está a correr-lhe de feição, mas o choque com o futebol de alto nível não foi fácil: "Ao início foi complicado. Na equipa A a envolvência é muito maior tal como a responsabilidade. Com a ajuda das pessoas certas, consegui conciliar tudo. Apenas um lote restrito de jogadores pode jogar no Benfica, não é quem quer. Isso dá-nos responsabilidade. Sabemos que tamanho tem este clube, a nível mundial é dos mais conhecidos. Sinto-me extremamente feliz por ter esta oportunidade. Todo o benfiquista gostaria de vestir esta camisola. Paixão, sentimento de responsabilidade e a história do clube fazem-nos apaixonar cada vez mais".

O porte físico do jogador pode não dar nas vistas e este até tem noção disso, mas tenta fintar este problema com outras valências: "Como não sou forte fisicamente, tenho de compensar com outras características. Acho que penso um pouco mais à frente, prevejo as coisas antes destas acontecerem, o que me permite estar melhor posicionado e fazer mais passes para finalização".

João Félix recordou ainda os tempos em que disputou a Liga Jovem da UEFA, uma prova onde as águias chegaram à final: "Jogámos contra grandes equipas, jogadores que agora estão na Liga dos Campeões, titularíssimos. Era uma competição que sempre quisemos ganhar. Infelizmente não conseguimos, mas fez-nos crescer muito e aprendemos muita coisa".

Por fim, o jogador resumiu o segredo do sucesso: "Trabalho árduo e dedicação. Se combinares isso com talento, tudo é possível".

João Félix é o mais jovem goleador dos 10 principais campeonatos europeus
Piatek, Milan. 23 anos, 18 golos
Maxi Gómez, Celta de Vigo. 22 anos, 9 golos
Onyekuru, Galatasaray. 21 anos, 9 golos
Rashford, Manchester United. 21 anos, 9 golos
Tsygankov, Dínamo Kiev. 21 anos, 9 golos
Chalov, CSKA Moscovo. 20 anos, 9 golos
Mbappé, PSG. 20 anos, 24 golos
Osimhen, Charleroi. 20 anos, 10 golos
Kai Havertz, Bayer Leverkusen. 19 anos, 9 golos
João Félix, Benfica. 19 anos, 9 golos
Piatek, Milan. 23 anos, 18 golos
Maxi Gómez, Celta de Vigo. 22 anos, 9 golos
Onyekuru, Galatasaray. 21 anos, 9 golos
Rashford, Manchester United. 21 anos, 9 golos
Tsygankov, Dínamo Kiev. 21 anos, 9 golos
Chalov, CSKA Moscovo. 20 anos, 9 golos
Mbappé, PSG. 20 anos, 24 golos
Osimhen, Charleroi. 20 anos, 10 golos
Kai Havertz, Bayer Leverkusen. 19 anos, 9 golos
João Félix, Benfica. 19 anos, 9 golos
Piatek, Milan. 23 anos, 18 golos
Maxi Gómez, Celta de Vigo. 22 anos, 9 golos
Onyekuru, Galatasaray. 21 anos, 9 golos
Rashford, Manchester United. 21 anos, 9 golos
Tsygankov, Dínamo Kiev. 21 anos, 9 golos
Chalov, CSKA Moscovo. 20 anos, 9 golos
Mbappé, PSG. 20 anos, 24 golos
Osimhen, Charleroi. 20 anos, 10 golos
Kai Havertz, Bayer Leverkusen. 19 anos, 9 golos
João Félix, Benfica. 19 anos, 9 golos

Por Luís Miroto Simões
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.