João Félix: «Sair do Dragão com a vitória e no primeiro lugar teve um gosto especial»

Avançado dos encarnados diz que "foi bom voltar àquela casa"

João Félix abordou, na entrevista à BTV, o hat-trick que apontou ao Eintracht Frankfurt na Liga Europa, enumerou os seus ídolos e explicou qual é a posição em que mais gosta de jogar. E falou da vitória no Dragão, que lhe deu "um gozo especial".

Segredo
"O que fazemos na equipa B temos de fazer na equipa principal. Somos quem somos. Este lote de jogadores tem uma grande mentalidade. São jogadores maduros. Temos sempre aquela vergonha de falar com eles mas as coisas rolam naturalmente."

Não sente pressão?
"Não porque pressão é não ter comida para alimentar os filhos. Nós fazemos o que gostamos, somos pagos por isso. Claro que temos sempre aquelas situações complicadas. Quando vamos lá para dentro esquecemo-nos de tudo. Tive a possibilidade de marcar nos estádios míticos." 

Eintracht
"Fiquei emocionado com o hat-trick. Sendo na Liga Europa, na segunda competição mais importante do Mundo a nível de clubes, é muito bom e até fui o jogador mais jovem a fazer isso. Foi bom bater o recorde do Eusébio e foi um misto de emoções. Alegria e tirar algum peso de cima dos ombros. As coisas não estavam a correr tão bem antes e depois foi excelente."

Posição preferida
"Prefiro jogar no corredor central. Toco mais vezes na bola e estou mais perto da baliza. Também posso jogar na frente, direita e esquerda. Quando perguntam a posição? Vagabundo. Sem posição fixa. Ando um pouco por todo o campo. Prefiro jogar sempre com um ponta-de-lança e eu mais solto."

Assistências
"Gostava de ter mais mas a referência é o Pizzi. O Pizzi é um grande ídolo. Desde os primeiros tempos que vim treinar à equipa principal, o Jonas sempre foi o que me acarinhou mais. Sempre falava comigo. Falava do futebol, da vida. E um daqueles por quem tenho mais empatia."

Ídolos
"Gostava muito do Kaká, via vídeos em que o Rui Costa também aparecia e que eu queria ser. Vou tentar segui-lo. Fazer o que este senhor fez não é fácil. Vou fazer por isso para ser tão bom quanto ele ou melhor se possível." 

Melhor jogo da equipa
"4-2 em Alvalade, fizemos um grande jogo do 1º minuto até ao fim. Foi o jogo em que melhor estivemos e, claro, o 10-0, mas pela dificuldade... Falhámos muitos golos em Alvalade. Fiquei triste porque festejei o golo que não foi validado. O VAR muda mais a questão dos golos. Fora da área sabemos que não será invalidado, a menos que haja uma falta antes." 

Clássico
"O Dragão é sempre um campo difícil, muito poucas equipas lá ganharam nos últimos anos. Deu-me um gozo especial lá ganhar. Foi muito bom voltar àquela casa, a um clube onde já tinha estado. Sair de lá com a vitória e no primeiro lugar teve um gosto especial."

Por Flávio Miguel Silva
2
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.