João Malheiro contra o encontro Jeová no Estádio da Luz: «Aberto um precedente condenável»

Marcado para 28 de junho

João Malheiro, antigo diretor de comunicação das águias, mostrou-se contra a realização do Encontro Mundial Jeová no Estádio da Luz, a 28 de junho.

"Com o devido respeito por todas as crenças religiosas e até a despeito de eventuais contrapartidas, fica aberto um precedente condenável e de consequências perturbadoras.
Mais grave ainda, a decisão viola os estatutos do meu clube, já que no número três do artigo 3º estabelece-se que 'ao Sport Lisboa e Benfica são interditas atividades de caráter político-partidário e de proselitismo religioso'. Fica o meu protesto, enquanto sócio e acionista, mais a exigência do cumprimento das disposições estatutárias do grande Sport Lisboa e Benfica", disse o ex-dirigente, no Facebook.

Por Flávio Miguel Silva
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Bruno Lage é para blindar

Principal objetivo das águias é passar a cláusula de rescisão do técnico dos 10 milhões de euros para os 20 milhões

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.