Record

Drama de Jonas: avançado só deve voltar em 2017

Bactéria contraída após a primeira operação atrasa um regresso que estava previsto para novembro

• Foto: Lusa

O regresso de Jonas aos relvados poderá demorar mais do que aquilo que era esperado inicialmente e, segundo as informações recolhidas por Record, existe mesmo a forte possibilidade de o avançado brasileiro voltar apenas em 2017. Isto, refira-se, significaria quase meia temporada perdida para o camisola 10, uma das principais figuras do plantel.

A verdade é que a situação continua a exigir uma atenção especial por parte do departamento clínico das águias, que tem insistido numa série de tratamentos que permitam que o problema no pé direito seja debelado com rapidez e, acima de tudo, eficácia.

Fora de questão está aquilo que aconteceu no final do mês de agosto, mais concretamente no dia 27, quando Jonas foi titular frente ao Nacional, na Choupana (jogou 89 minutos). Depois de ter estado a recuperar da intervenção cirúrgica ao pé direito, foi utilizado nessa partida e, desde então, não mais foi utilizado. Agora, os responsáveis do clube da Luz não querem correr riscos e Jonas só volta quando estiver a 100 por cento.

Na realidade, não existe qualquer tipo de data definida para o regresso à competição do ‘Pistolas’, como já foi apelidado pelos adeptos do Benfica. O jogador foi operado ao pé direito no dia 11 de agosto, depois de ter fraturado, segundo o clube, o osteófito do astrágalo – um pequeno osso do tornozelo. Mais tarde, já depois de ter retirado o fragmento, voltou a ser intervencionado para drenar um hematoma naquela zona, decorrente do facto de ter contraído uma bactéria. E é mesmo esse problema que está a adiar, constantemente, um regresso que estava previsto já para novembro. Era essa, refira-se, a expectativa da equipa técnica dos encarnados, que sabe, agora, que continuará a não ter à disposição o melhor marcador da equipa das duas últimas temporadas.

Dia a dia

Sem saber quando voltará a estar à disposição de Rui Vitória, Jonas tem cumprido um plano específico de trabalho diário. Em casa, o goleador tem realizado, por exemplo, exercícios de bicicleta para manter a forma física. O objetivo passa por se apresentar ao mais alto nível no momento em que estiver a 100 por cento e apto para dar o contributo à restante equipa.

No centro de estágio do Seixal, os procedimentos são, em tudo, semelhantes. Diariamente, o brasileiro realiza tratamento para curar a ferida resultante do hematoma contraído, aproveitando, também, para efetuar trabalho de ginásio.

Certa é, então, a ausência de Jonas em alguns dos encontros mais importantes que o Benfica terá esta temporada. A confirmar-se o regresso apenas no próximo ano, o camisola 10 não jogará mais na fase de grupos da Liga dos Campeões. E ainda antes de janeiro, refira-se, os encarnados vão medir forças com FC Porto, fora, e Sporting, em casa. 

Ponto de situação

- Jonas foi operado a uma fratura do osteófito do astrágalo do pé direito no último dia 11 de agosto, tendo regressado à competição a 27 do mesmo mês para defrontar o Nacional, na Choupana.

- Uma bactéria instalou-se depois na zona afetada, levando a nova intervenção, desta feita para drenagem de um volumoso hematoma.

- O departamento médico do emblema da Luz chegou a apontar a devolução do jogador às ordens de Rui Vitória para novembro, mas a reabilitação tem-se revelado muito complicada. Por esta altura, os clínicos não conseguem garantir uma janela exata para o regresso do internacional brasileiro, que assim arrisca voltar apenas no ano que vem.

Pior arranque na Europa

Com participação em apenas dois jogos (Supertaça e Nacional), e 167 minutos nas pernas, Jonas está prestes a ver consumado o seu pior arranque de época desde que chegou à Europa, em janeiro de 2011. Até ao momento, o goleador apenas vê o atual registo superado pelos 135 minutos cumpridos (também em dois jogos) na primeira dúzia de partidas das águias na campanha 2014/15, num momento em que demorou a ser lançado por ter estado muito tempo sem competir. No próximo domingo, todos estes registos serão superados. Em 2011/12, Jonas fizera 10 dos primeiros 12 jogos do Valencia; em 2012/13, só falhou um e, na época 2013/14 fez oito no mesmo intervalo.

Por Pedro Ponte
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas