Jonas assumiu que as derrotas frente ao FC Porto e Tondela custaram o campeonato ao Benfica. O brasileiro admitiu ainda que alcançou os objetivos individuais a que se auto-propôs esta temporada e desvendou os 'segredos' do seu sucesso.

"O clássico foi uma pena, condicionou-nos muito. Pelo que foi o jogo, o resultado justo seria 0-0 e continuávamos em primeiro lugar. Com o golo que sofremos no fim, com a derrota, perdemos confiança, todos ficámos tristes. De novo em casa, com o Tondela não jogámos bem e perdemos o campeonato", lamentou o melhor marcador da Liga NOS desta temporada.

Quando questionado sobre os seus objetivos pessoais, o brasileiro respondeu: "Tenho sempre os meus objetivos: ser melhor marcador e melhor jogador da Liga… são metas minhas. Nesta época como são 34 jornadas, pensei que marcar 34 golos seria um bom objetivo. Até fiz menos jogos porque no final da liga fiquei de fora quatro partidas, portanto foram 34 golos em 30 jogos. Estou muito feliz e realizado com o sentimento de dever cumprido".

"Trabalho, compromisso, dedicação. Costumo estar focado nisso tudo. Gosto de chegar cedo aos treinos e ficar a fazer muitas coisas no fim. É importante isso e depois ir para casa, descansar, alimentar-me bem. A minha boa forma no Benfica está relacionada com tudo isso", contou Jonas em entrevista ao site oficial das águias.