Jorge Jesus: «Não queiram fazer do Rangers uma equipazinha»

Técnico lembra resultados dos escoceses na época passada com FC Porto e Sp. Braga

A carregar o vídeo ...
Jorge Jesus: «Mesmo quando estava 2-0 senti que era difícil o Benfica perder este jogo»

Na análise ao encontro com o Rangers, Jorge Jesus lembrou a qualidade do emblema escocês e considerou que a equipa encarnada soube reagir da melhor forma à desvantagem de dois golos, mostrando aquilo que no seu entender é "cultura de campeão".

"Não jogamos contra uma equipa qualquer. É uma excelente equipa, algo que já tinha dito na antevisão, que ganhou a duas equipas do nosso campeonato. Sabíamos que seria um jogo difícil. Agora o jogo pareceu fácil porque a qualidade do Benfica fez com que quem estivesse a ver aceitava que o Benfica, pelo que jogava, era melhor. Tanto assim que fizeram-nos dois golos, mas a equipa voltou a ter o mais importante: cultura de campeão, que é aquilo que temos implementado. Acreditar, com alma e coração. Foi isso que tivemos. Modificou o resultado. Hoje ganhando estaríamos praticamente apurados, mas demos um passo em frente. Os jogadores estão de parabéns pela forma como conseguiram mudar um resultado, contra uma equipa que tinha uma ideia de jogo que passava por reagir à nossa perda de bola, jogando muito em contra-ataque. Mas hoje, ao contrário do último jogo, as nossas mudanças foram para melhorar", começou por analisar, em declarações à SportTV+.

Jorge Jesus: «Uma coisa é ter Darwin e outros jogadores para ser uma equipa com mais velocidade nas saídas para o ataque...»
"Temos vindo a trabalhar, houve muitas mudanças na última linha, por isso as rotinas não são as mesmas. Os golos que sofremos não podemos assumir essa responsabilidade da última linha. O segundo golo é de fora da área, numa boa batida, o primeiro é um cruzamento e aí talvez pudesse fazer melhor. Mas hoje a defesa estve bem. Não estamos a jogar contra o Legia ou o Standard. Estamos a jogar com uma equipa que obteve bons resultados com equipas portuguesas na época passada. Não queiram fazer do Rangers uma equipazinha! Não é um grande da Europa, não, não é, mas têm de perceber que os outros jogam, têm valor. Não posso dizer que a equipa não esteve bem, porque esteve. O Rangers ter marcado dois golos premiou a sua finalização, mas não porque não estivemos bem na defensiva", frisou.

Jorge Jesus: «Disse ao Helton Leite que podia ser o melhor em campo porque o Vlachodimos volta no próximo jogo»
A fechar, questionado sobre as opções tomadas quanto a Helton e Chiquinho, em detrimento de Vlachodimos e Pizzi, JJ explicou. "Em relação ao Helton tinha outra opção, mas no meio campo ou era o Chiquinho ou o Pizzi. Não tinha muito por onde escolher. E como achei que o Rangers iria jogar no jogo direito, achei que era bom ter um pouco mais de poderio físico no meio. Mas também porque na segunda temos outro jogo. Se voltasse a fazer este jogo, fazia a mesma coisa".

Por Fábio Lima
53
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.