José Manuel Antunes: «Toda a gente sabe que o Portimonense é o FC Porto B»

Comentador e ex-vice-presidente condena atitude de Folha

O antigo vice-presidente do Benfica José Manuel Antunes deixou esta segunda-feira críticas a António Folha, treinador do próximo adversário das águias no campeonato, reiterando que até final da prova "todos os jogos são perigosos". 

"Espero que o último jogo já não seja tão perigoso para que o Benfica já tenha a vantagem necessária para ser campeão. Ainda ontem o treinador do Portimonense ficou com mais azia num penálti a favor do Benfica, sobre o João Félix, do que o escandaloso penálti sobre o Nakajima quando o FC Porto perdia por 1-0 em casa. Não fez tanto barulho. O Folha podia dar um bocadinho menos nas vistas. Toda a gente sabe que o Portimonense é o FC Porto B mas escusava de ser tão escandaloso. O Benfica se tiver a atitude que teve na segunda parte ganhará por 4 ou 5-1 ao Portimonense. A diferença é abissal entre a qualidade das equipas", reiterou o também comentador televisivo aos jornalistas no Estoril Open acrescentando ainda que os "penáltis assinalados a favor do Benfica são evidentes tal como o do Sp. Braga também foi".

Tiago Martins, o árbitro da partida, mereceu "positiva". "O árbitro esteve muito bem e até me surpreendeu pela positiva. Não tenho a melhor das opiniões sobre o Tiago Martins. Esteve exemplarmente bem e a assumir o jogo. Assumiu sempre e o VAR limitou-se a confirmar aquilo que ele tinha visto no campo, o que é bom", constatou também.

Já Bruno Lage é o homem "da viragem" para José Manuel Antunes, deixando claro o papel de Luís Filipe Vieira: "Foi com ele que foi feita a viragem, ainda que também tenha havido coragem por parte da direção do Benfica em relação a esta alteração a seguir à derrota em Portimão. Teve coragem em ir buscar um treinador da equipa B. Tanto quanto eu sei, a única duvida que o Luís Filipe Vieira tinha era em relação ao José Mourinho, que na altura tinha saído do Manchester United. O presidente sonhou com isso mas manteve logo o Bruno Lage, renovou logo a seguir. A equipa técnica do Benfica tem contrato para mais quatro anos e meio com uma cláusula de rescisão de 2,5 milhões de euros para o treinador principal e de 5 milhões para cada um dos adjuntos. Não é fácil saírem do Benfica. É um projecto a médio prazo. Tudo indica que o Benfica irá ganhar o campeonato a continuar assim. Contamos com Bruno Lage para os 4 anos seguintes e por muito mais tempo porque é um jovem de 42 anos. Tem um grande futuro. O Benfica precisava dessa estabilidade um pouco à inglesa. Com o Jesus estivemos 6 anos, com o Rui Vitoria estivemos dois anos e meio e era bom que estivéssemos mais 6,7 ou 8 com o Bruno Lage. É uma aposta extraordinária apostar em jogadores da equipa B", sintetizou o ex-dirigente.

Por Flávio Miguel Silva e Ricardo Granada
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas