Luís Filipe Vieira constituído arguido, avança a CMTV

Na sequência das buscas realizadas pela PJ esta manhã

A CMTV acaba de avançar que Luís Filipe Vieira foi constituído arguido por tráfico de influências no caso que envolve Rui Rangel e que motivou buscas esta manhã em vários locais, incluindo a SAD do Benfica e a residência do presidente dos encarnados.

A PJ deteve cinco pessoas e constituiu vários arguidos numa operação a nível nacional para confirmar a eventual prática dos crimes de corrupção, recebimento indevido de vantagem, branqueamento, tráfico de influências e fraude fiscal qualificada. Os nomes não foram revelados A Record fonte oficial do Benfica garante que até ao momento Luís Filipe Vieira não foi constituído arguido.

Esta operação, denominada "Lex", foi realizada pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção (UNCC) e decorreu no âmbito de um inquérito que corre termos no Supremo Tribunal de Justiça, coadjuvado pelo Departamento Central Investigação e Ação Penal.

Um comunicado da Polícia Judiciária adianta que durante a operação foram realizadas trinta e três buscas, sendo vinte domiciliárias, três a escritórios de advogados, sete a empresas e três a postos de trabalho.

O Benfica confirmou ao final da manhã a realização de buscas por parte da Polícia Judiciária, sem especificar o local, mas assinalou que a investigação em curso "não tem por objeto" o clube.

"O Sport Lisboa e Benfica confirma a realização de buscas no âmbito de uma investigação que não tem por objeto o clube e que se encontra em segredo de justiça", indica a nota publicada no sítio oficial na Internet.

Por defender que a investigação e as buscas que estão a ser realizadas pela PJ não têm como alvo o clube, o Benfica considerou "totalmente especulativas" todas as interpretações que envolvam o seu nome neste processo

A Polícia Judiciária realizou buscas na SAD do Benfica e na casa do presidente do clube, Luís Filipe Vieira, no âmbito da operação "Rota do Atlântico". A notícia foi avançada bem cedo pela revista 'Sábado', com a CMTV a mostrar o momento em que os inspectores entraram no Estádio da Luz.

A operação da Polícia Judiciária inclui também buscas à casa e gabinete do juiz desembargador Rui Rangel, à casa da sua ex-mulher, Fátima Galante, e às residências do advogado José Sousa Martins e do seu filho.


Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.