Luís Filipe Vieira: «Não faz sentido estar a falar em corrupção»

Presidente dos encarnados desvaloriza polémica

• Foto: João Miguel Rodrigues

Luís Filipe Vieira vai manter o silêncio em relação às últimas polémicas relacionadas com as denúncias do diretor de comunicação do FC Porto, Francisco J. Marques. Na declaração final da assembleia geral de ontem, o presidente das águias lembrou a entrada na Luz "há 16 anos". "Queria uma auditoria séria, uma vez que o primeiro capítulo a ser resolvido era o da credibilidade. Com a credibilidade reconquistada, não faz sentido falar em corrupção, apontar o dedo a alguém, e também não faz sentido estar a pedir a qualquer elemento da direção que vá chafurdar para a praça pública", afirmou o líder das águias antes de sair em defesa de Pedro Guerra: "Não vale a pena estar a perguntar o que fez. Temos de estar unidos e em sintonia."

Aliás, Vieira insistiu com as ideias "transparência, verdade e trabalho" para falar do futuro que quer ganhador. Anunciou a promoção de "seis jovens à equipa principal", porque só assim o clube pode "continuar a senda de vitórias e ter a ousadia de ser campeão europeu". A finalizar, confirmou as obras de alargamento do Campus, como Record noticiou, e anunciou "negociações com a Câmara do Seixal para adquirir outra quinta para se construir mais 7 campos e outro polo hoteleiro", disse.

Por Bruno Dias
99
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0