Manuel José: «Jardel na Seleção? Não faz qualquer sentido»

Treinador recorda idade do central das águias

• Foto: Vítor Chi

Manuel José acha que "não faz qualquer sentido" pensar em Jardel para a Seleção Nacional. O treinador algarvio, de 69 anos, recorda que o central do Benfica, que celebra esta terça-feira o seu 30.º aniversário, "terá um tempo muito curto para dar à Seleção". 

"Apesar da míngua de centrais que temos, e os que temos são todos já ‘balzaquianos’, com uma certa idade, outros estão a aparecer. Temos Bruno Alves, Pepe e Ricardo Carvalho, principalmente o Ricardo, que tem 37 anos, que estão perto no final das suas carreiras, mas continuam a ser excelentes jogadores. Não vejo qual o interesse de pôr na seleção um jogador naturalizado com 30 anos", justifica.

Treinador elogia José Fonte

O técnico recorda ainda que Fernando Santos tem à sua disposição José Fonte, também de 32 anos, que "joga num campeonato muito mais competitivo". "É verdade que não joga numa grande equipa como o Jardel, mas é português genuíno e faz muito bem aquilo que o Jardel poderia fazer. Aliás, tecnicamente é melhor do que o Jardel", avalia.

Olhando para o futuro, e para a sucessão dos centrais 'balzaquianos', Manuel José aponta muita qualidade nas seleções mais jovens. "Depois do Europeu, o único que vai sair da Seleção é o Ricardo Carvalho. O Bruno Alves e o Pepe vão continuar a ser chamados quase de certeza porque estão em muito boas condições. Depois temos o Tiago Ilori, Rúben Semedo, Paulo Oliveira, Tobias Figueiredo e até este miúdo do Braga [Ricardo Ferreira], que já se anuncia como alvo do interesse do Benfica. E outros jovens haverá que serão uma aposta muito mais interessante do que estar a nacionalidade a jogadores trintões", conclui.

Por Sérgio Krithinas
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.