Manuel Vilarinho: «Se Eusébio tivesse levado a vida de Ronaldo não haveria quem o suplantasse»

Ex-presidente recordou jogador inacreditável no Benfica

• Foto: Fernando Ferreira

Ver Eusébio da Silva Ferreira a jogar "não tinha explicação" segundo Manuel Vilarinho, mostrando contentamento por ter visto um futebolista "inacreditável".

"Um livre [dele]? Vai ser golo! Baixava-se e não sei por onde é que a bola passava mas era golo. Em cada quatro livres diretos, se calhar dois e meio eram golo. Vocês não o viram e é natural. Hoje em dia se se existisse e portasse um bocadinho melhor na vida privada seria o melhor jogador do Mundo. Tinha uma força física descomunal, tudo o que fazia parecia mentira e a meter golos... Depois gostava assim de uma pingarolas e outras coisas, foi operado ao joelho oito vezes. Não pode durar como o Cristiano Ronaldo dura porque leva uma vida profissional a sério. Se ele tivesse levado a vida assim, não haveria quem o suplantasse", analisou Manuel Vilarinho ao programa 'Benfica de Quarentena' da página 'Benfica Independente'.

Numa altura em que "só via o Benfica perder algumas vezes", lembrou que o futebol não era o que é hoje. "Havia o Real Madrid e o Barcelona que eram as melhores equipas da Europa. Nós derrotámos as duas. A seguir perdemos com o Milan com Coluna e Eusébio a saírem lesionados, num tempo em que não havia substituições. Senão também ganhávamos essa. Sendo melhores, perdemos. Se calhar devíamos ter dado as sarrafadas primeiro do que eles", recordou Manuel Vilarinho que antes de ser presidente entre 2000 e 2003 integrou o Conselho Fiscal do clube no mandato de Ferreira Queimado.

7
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0