Marcos Braz, vice-presidente do Flamengo: «Conversei com Jorge Jesus durante duas horas»

Dirigente torce pelo técnico português

• Foto: Flamengo

Marcos Braz, vice-presidente do Flamengo, garantiu que ficou "triste" pela saída de Jorge Jesus mas, ao contrário do habitual, não houve qualquer problema com o técnico português.

"Saiu muito bem, Eu, por exemplo, tenho a sensação de dever cumprido. Geralmente, o técnico sai por algum problema pessoal, por algum problema de resultado, e aqui não tivemos nenhum problema em relação a isso. Lamento, fico triste, não é o que queríamos. Mas é o que temos, a vida segue. Vou torcer pelo Jorge aí em Portugal e ele vai torcer para mim aqui no Brasil", reiterou em declarações à RTP este sábado, explicando como se procedeu à saída do técnico português para o Benfica.

"Conversei ontem duas horas com o Jorge. Foram duas horas. Sozinhos, não havia jornalistas, empresários, advogados, ninguém. E tudo o que conversámos vai ficar entre nós e acabou. Estou feliz com o trabalho que ele apresentou aqui e toda a sua equipa técnica", acrescentou Braz.

Confrontado com a hipóteses de Leonardo Jardim e Marco Silva como possíveis sucessores de Jesus, o 'vice' do Mengão assumiu que gosta de portugueses.

"O que posso dizer é que muito provavelmente vamos trazer um técnico do estrangeiro. Português? Vamos fazer a análise com calma. Eu sempre gosto dos portugueses, até porque eu também sou português", sustentou o dirigente.

Por Flávio Miguel Silva
2
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.