Mitroglou ignora propostas

Grego interessa a muitos mas só pensa no clube da Luz

• Foto: Pedro Ferreira

Mitroglou nem pensa em sair do Benfica. Nas últimas semanas voltou a surgir o interesse de emblemas italianos, espanhóis, árabes e chineses nos serviços do jogador, que, segundo Record, já está a par disso mesmo. No entanto, o avançado internacional grego, de 28 anos, nem quer ouvir falar de propostas. O objetivo passa por manter o foco apenas na equipa e nos objetivos traçados para 2016/17. As ofertas, essas, são mesmo para ignorar.

Com a reabertura do mercado de transferências a aproximar-se, são vários os emblemas que têm o camisola 11 na mira, mas este nem quer ouvir falar da possibilidade de deixar o clube da Luz já em janeiro. Com contrato por mais quatro temporadas e com uma cláusula de rescisão cifrada em 45 milhões de euros, ‘Mitrogolo’ é um dos imprescindíveis da equipa de Rui Vitória, o que torna o cenário de uma saída precoce ainda mais improvável. Aos mais próximos, o goleador tem passado a mensagem de que o futuro passa pelo Benfica. E fá-lo sem traçar objetivos a nível pessoal. Mais importante do que marcar é ajudar a equipa a vencer.

Mais combativo

Como Record escreveu na edição de 22 de setembro, a ausência de Jonas ‘obrigou’ Mitroglou a pensar mais no coletivo. Ao lado do brasileiro, o 11 protagonizou uma dupla de ataque temível ao longo da última temporada, mas a lesão do companheiro de equipa tem-no mantido afastado dos relvados. E isso, refira-se, obrigou o grego a alterar o comportamento em campo. Agora, sente que tem de colocar em campo toda a disponibilidade física em prol do conjunto e é isso que acaba por explicar o facto de ter apenas quatro golos nos 10 jogos que já realizou esta época. E dois aconteceram no mesmo jogo. Pode dizer-se, no entanto, que todos estes remates certeiros foram decisivo, já que contribuíram para os triunfos no campeonato com Sp. Braga (3-1), Chaves (2-0) e Belenenses (2-0).

Sem metas definidas

Mitroglou não é um jogador conhecido por estabelecer objetivos ao nível dos golos a marcar numa temporada. Na última época, a primeira ao serviço dos encarnados, chegou aos 25, e, com isso, tornou-se no 13º jogador da história do Benfica a marcar 20 ou mais golos no ano de estreia no clube.

Em 2016/17, o avançado tem sido, mais uma vez, peça fundamental na estratégia de Rui Vitória – em particular fruto das ausências, por lesão, de Jonas e Raúl Jiménez –, mas não tem uma meta definida. Esses 25 golos que conseguiu em 2015/16 foram o melhor registo da carreira.

Nápoles sondou grego no verão

Um dos clubes que já demonstrou interesse em Kostas Mitroglou foi o Nápoles, que chegou mesmo a fazer uma sondagem pelo jogador no último verão. Poucas semanas antes, a SAD encarnada tinha desembolsado 7 milhões de euros para garantir o direito de opção sobre o jogador, que se encontrava emprestado pelo Fulham. Com a saída de Higuaín para a Juventus, a formação napolitana, adversária do Benfica na Liga dos Campeões, esteve no mercado à procura de um avançado e o camisola 11 do Benfica estava numa lista restrita. A escolha, recorde-se, acabou por recair sobre o polaco Milik, que recentemente se lesionou com gravidade.

Ponto de situação

Nas últimas semanas voltou a surgir o interesse de clubes de Itália, Espanha, China e Arábia Saudita nos serviços de Mitroglou, titular no ataque do Benfica

Aos ouvidos do avançado já chegaram os nomes de alguns desses clubes, mas este não se mostrou disponível. O objetivo passa por continuar na Luz

Com quatro golos nos 10 jogos já disputados, Mitroglou só pensa em ajudar a equipa a alcançar os objetivos para 2016/17

Por João Soares Ribeiro e Pedro Ponte
20
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.