Moniz ataca rivais: do "apagão de memória" de Pinto da Costa à expectativa de buscas ao Sporting

Vice-presidente do Benfica passa ao ataque

• Foto: Luís Manuel Neves

José Eduardo Moniz considerou "gravíssimo" que um blogue ligado ao Sporting (n.d.r.: Mister do Café) tenha revelado, logo a 29 de setembro, as suspeitas das autoridades de que o Benfica teria uma 'toupeira' no Campus da Justiça - o que levou, mais tarde, à abertura do processo e-toupeira -, considerando que os leões deveriam ser investigados por isso.

"Isso é gravíssimo. A confirmar-se, o que podemos esperar que aconteça ao Sporting e aos responsáveis por esse blogue é que haja buscas e investigações, apuramento até ao fim, para se saber quem está por detrás disso, o porquê e que objectivos se pretendem atingir. Só vejo um: denegrir a imagem do Benfica, diminuir a sua capacidade de resposta, afetar as suas receitas e toda sua dimensão. Impõe-se das mais altas autoridades intervenções drásticas para se colocar os pontos nos 'is', caso contrário, a própria justiça é colocada em causa perante os portugueses e os portugueses têm de acreditar em alguma coisa. Não quero eu próprio desacreditar no poder judicial, um dos alicerces do poder democrático", considerou o vice-presidente do Benfica em declarações à BTV.

Confrontado depois pelas declarações desta quinta-feira de Pinto da Costa, que falou numa "rede de tentáculos a todos os níveis vergonhosa" na abordagem ao caso judicial que envolve o Benfica, Moniz voltou aos tempos do Apito Dourado: "Provavelmente, o sr. presidente do FC Porto teve um apagão na memória. Só pode ter sido, relativamente a todo o historial do FC Porto e dele. Só pode ter sido. Teve um enorme apagão."

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.