Moniz: «Não gosto de acordar com mensagens a chamarem-me nomes»

Pede união no clube mas admite "situação desconfortável para toda a gente"

• Foto: Paulo Calado

José Eduardo Moniz, vice-presidente do Benfica, sublinhou que apenas pretende ser uma fonte de estabilidade, apesar de ter deixado um reparo às declarações de Luís Filipe Vieira na conferência de imprensa sobre o futuro de Rui Vitória.

"Esta é uma situação desconfortável para toda a gente. Ninguém gosta, sendo sócio ou dirigente, que os resultados não surjam ou que haja alguma instabilidade no clube. Quando aceitei ser dirigente foi para contribuir para a estabilidade, com a qual conseguimos obter vitórias e quatro campeonatos", referiu na TVI.

Esta é a razão pela qual o responsável benfiquista, de 66 anos, lamenta o clima que se vive em torno do clube: "Não gosto de acordar com mensagens a chamarem-me nomes. O Benfica não é isto. Temos de estar unidos num momento difícil".

7
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.