Record

Morreu António Barros

Antigo defesa tinha 68 anos

António Barros, antigo defesa que pertenceu aos quadros do Benfica entre 1970 e 1978, morreu ontem aos 68 anos, na Bélgica. O internacional português em sete ocasiões começou no Leixões mas foi pelos encarnados que se destacou, ao conquistar quatro títulos de campeão nacional em 1970/71, 1974/75, 1975/76 e 1976/77.

Após sair do emblema da Luz, representou ainda Boavista, Portimonense e Estoril, terminando a carreira na Amoreira em 1984/85. António Simões, capitão do Benfica aquando da chegada de Barros à Luz na primeira época de Jimmy Hagan, lembra a Record a "figura excêntrica" e um jogador de "uma irreverência não controlada". "Era um defesa de grandes recursos técnicos, com alguma elegância. Tinha uma excelente relação com a bola e com o jogo embora sendo desafiador das regras do mesmo", apontou. 
Por Flávio Miguel Silva
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Vieira deixa cair Salvio

Presidente encarnado não vai melhorar a oferta apresentada ao agente de El Toto. Se este não baixar pretensões, o argentino deixará a Luz
Notícias

Notícias Mais Vistas

M