Nélson Rosado: «Nem que nasça outro filho!»

Inquérito para o clássico

• Foto: Bruno Colaço

R - O que diria aos jogadores do Benfica para os motivar a ganhar o jogo?

NR – Que têm possibilidade de escrever uma página na história do Benfica. Uma história nova e gloriosa. Serem tetracampeões seria inédito e ficariam perpetuados na história do clube. Para além disso, têm de mostrar que são melhores do que o FC Porto e que merecem ser campeões. Têm de dar o litro e deixar o FC Porto para trás.

R - Que promessa faria para o Benfica ganhar?

NR – Não tenho de prometer nada, porque se falarmos em prémios financeiros, os jogadores já ganham muito bem. E promessas de outro tipo também não são necessárias, porque ganhar é motivação mais do que suficiente. E também não há a capacidade financeira para prometer, por exemplo, um carro superdesportivo de edição limitada a cada jogador. A motivação é mesmo vencer.

R - Se pudesse, que opção tática teria para surpreender o FC Porto?

NR – Privilegiaria o maior povoamento do meio-campo, porque creio que o jogo vai decidir-se aí. Mas sem descurar o ataque. Claro que tudo depende também do Fejsa.

R - O meu onze para o clássico é...

NR – Ederson, Nélson Semedo, Luisão, Lindelöf e Eliseu; Fejsa/Samaris, Pizzi, Cervi, Salvio, Jonas e Mitroglou.

R - Não vou deixar de ver o clássico nem que…

NR –Não deixo de ver o jogo nem que me nasça outro filho!

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.