Noronha Lopes: «Vieira não pode misturar o clube no meio das suas trapalhadas e negociatas»

Candidato derrotado nas eleições de outubro quebra o silêncio e lança duras críticas ao atual líder

• Foto: Pedro Catarino
Índice

O candidato derrotado nas eleições de outubro quebra o silêncio, lançando fortes críticas à atuação de Luís Filipe Vieira, que acusa ser um presidente ausente do Benfica. Tudo para ler numa entrevista exclusiva na edição impressa desta quinta-feira e também no Record Premium.

RECORD - Assistiu à comissão parlamentar de Vieira sobre o Banco Espírito Santo? Qual a sua opinião?

JOÃO NORONHA LOPES - Temos um problema reputacional muito maior do que aquele que tínhamos antes das eleições e que é causado por Vieira. Vieira está naturalmente preocupado com as dívidas aos bancos e as dúvidas na Justiça. O Benfica não pode ficar em 3º lugar nessa ordem de prioridades. Tem todo o direito de se defender e tratar dos seus assuntos. Não pode misturar o Benfica no meio das suas trapalhadas e negociatas. A coisa mais grave que se passou foi o facto de Luís Filipe Vieira ter levado o Benfica para a comissão parlamentar do Novo Banco quando era exatamente o oposto do que se esperava do presidente do Benfica. Esta comissão veio provar aquilo que já muita gente sabia: há uma promiscuidade total entre Luís Filipe Vieira o empresário, o presidente do Benfica e o sócio do maior acionista individual da SAD. Não é de estranhar que tivéssemos uma OPA considerava ilegal e um óbvio conflito de interesses. O que a audição na comissão de inquérito veio provar é que Vieira precisa do Benfica e não é o Benfica que precisa de Vieira, não pode ser dado como garantia do presidente. Este comportamento que Vieira teve envergonha os benfiquistas.

Por Record
48
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.