Nuno Assis: «Mantorras virava-se para nós no balneário e dizia que só precisava de 5 minutos»

Avançado angolano já tinha muitas limitações físicas mas foi herói do título conquistado pelo Benfica

• Foto: Amândia Queirós / Record

Nuno Assis recordou, em entrevista a Record, a chegada ao Benfica em 2005. Seis meses na Luz foram suficientes para se sagrar campeão, uma "época atípica para os três grandes e quando o Sporting tinha o melhor plantel", considerou destacando os contributos de Giovanni Trapattoni e Mantorras.

"Era um senhor e tinha o grupo com ele. Lembro-me que esporadicamente se sentava no banco e dizia-nos 'hoje fazem o que querem' de forma a aliviar a pressão. Era um senhor e foi das pessoas que mais me marcou pois nunca deixou de dar o corpo às balas", refere

Outro herói desse título foi Mantorras, que na altura já não conseguia esconder as dificuldades físicas. "No balneário virava-se para nós e dizia que só precisava de cinco minutos até porque não conseguia jogar muito mais. Certo é que entrava, mexia com o o jogo e até marcava. Foi uma época atípica", reconhece Nuno Assis lembrando o título das águias conquistado em 2004/05.

Por João Soares Ribeiro
4
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.