O que disse Vieira em 13 anos de presidência... que os rivais não vão esquecer

Dirigente vai avançar para o seu quinto mandato

• Foto: Simão Freitas

Recorde algumas das frases de Luís Filipe Vieira nos 13 anos à frente do Benfica. O dirigente encarnado vai a votos novamente na quinta-feira naquela que já é a sua quinta corrida à presidência do clube da Luz.


"Lançados nos trabalho para o 'tetra', relembro que o caminho não foi fácil. Nestes 15 anos foi preciso recuperar a confiança, iniciar a consolidação orçamental, lançar as sementes na formação e apostar nas infraestruturas. Foi preciso nunca perder a ambição de ganhar".

14 setembro 2016

"Jorge Jesus é um passado e está na história do Benfica, ninguém lhe vai tirar os méritos".

"Quem conhece o Jorge Jesus sabe como ele trabalha. Ele tem uma maneira de trabalhar que hoje não serve os interesses do Benfica".

7 setembro 2016, TVI

"Queremos ter uma equipa competitiva. O grande objetivo do Benfica é fazer o tetra e conseguir a afirmação na Europa. O Benfica tem de fazer história, nunca fez um 'tetra' e este ano tem a possibilidade de o fazer".

7 setembro 2016, TVI

"Esta vitória não é contra ninguém, é uma vitória que é nossa, foi para nós próprios, para todos os benfiquistas, para todas as pessoas. Todos os juntos conseguimos ganhar este título".

15 maio 2016

"Se há jogador que acompanhou a mudança e a transformação do Benfica esse jogador é Luisão, testemunha única de como encontrou o clube quando chegou e no que o Benfica se transformou".

6 novembro 2015

"Chegámos aqui de forma planeada depois de um longo período de recuperação de credibilidade e outro de investimento, no qual se inclui a aposta no Caixa Futebol Campus e nos talentos aí gerados, um modelo que concilia a criação de uma equipa competitiva e a redução do endividamento do clube".

9 setembro 2015

"Somos bicampeões nacionais, tenham orgulho nesse percurso, tenham confiança no trabalho que se faz cá dentro".

8 agosto 2015

"Devo uma palavra em relação a Jorge Jesus, Raul José, Quaresma e Mário Monteiro. A eles tenho de agradecer tudo o que fizeram pelo Benfica, como tenho a certeza que eles agradecem tudo o que o Benfica fez por eles ao longo dos últimos seis anos".

15 junho 2015

"O futuro do Benfica passa por atletas formados nesta casa. Este é um ponto de honra. Queremos vitórias, mas queremos atletas para estar no nosso plantel principal. Vamos estar cada vez mais presentes. O futuro do Benfica é risonho e vai passar pelo Seixal".

8 junho 2015

"Não corto relações com outros clubes por mera gestão de autoridade interna, não processo sócios só porque discordam de mim, não digo que a bandeira nacional tem verde a mais, não minto em relação a uma suposta conversa telefónica que nunca houve, não minto em relação ao acordo que nunca houve. Há pessoas que não perceberam que a mentira tem perna curta e que as palavras têm consequências".

13 fevereiro 2015

"Na verdade só morrem aqueles que não deixam marca e Eusébio não foi desses. Eusébio marcou várias gerações, por isso nunca morrerá".

5 janeiro 2015

"O Luisão vai acabar a carreira aqui".

14 agosto 2014

"Não caímos na tentação de sermos suicidas, de mudarmos tudo e colocarmos tudo em causa. Tivemos a capacidade de mudar apenas o que era necessário mudar e manter tudo o resto. É por isso que estamos hoje a celebrar este título".

22 abril 2014

"Num ano que tem sido triste para nós, queria dedicar o título, além de a todos os benfiquistas, a dois homens que perdemos, o grande Eusébio e o Mario Coluna. Este título também é para eles, que estão contentes, onde quer que estejam".

21 abril 2014

"Dizem que quando nascemos, nascemos todos iguais. Mentira! Coluna nasceu diferente, para melhor, para bem melhor. Foi e será sempre um génio que engrandeceu o futebol e projetou o Sport Lisboa e Benfica para uma dimensão mundial".

25 fevereiro 2014

"Eusébio já tinha ganhado em vida a sua condição de mito e por isso é que a notícia do seu desaparecimento mais choca. Os mitos nunca deviam partir".

5 janeiro 2014

"Não foi uma época de sonho, mas foi uma época que nos fez sonhar como há 20 anos não fazíamos. O nosso estado de tristeza tem a ver com o facto de termos estado muito próximo de uma época fantástica".

30 maio 2013

"Venham atrás de mim, que isto não vai parar. O Benfica vai continuar a sua aposta europeia, a Europa não vai esquecer. Para o ano cá estaremos de novo, com garra e determinados".

15 maio 2013

"Ele é o meu treinador, disse-o há 15 dias, não sei porque me fazem essa pergunta. Estou satisfeito com o trabalho dele, os benfiquistas também. Se calhar, não assina por dois anos, mas por quatro (sobre Jorge Jesus, depois de perder campeonato e Liga Europa)".

15 maio 2013

"A decisão está tomada. Os direitos televisivos entram na Benfica TV".

24 outubro 2012

"A presidência do Benfica não é uma profissão, nem um emprego remunerado".

13 outubro 2012

"Quem pensa que pode continuar a viver como até há alguns anos atrás está redondamente enganado, quem persistir nesse erro vai acabar mal. Vender, comprar menos e formar mais. Vender e baixar a massa salarial, mesmo que isso signifique sacrificar a nossa competitividade".

21 setembro 2012

"A decisão da UEFA (de atribuir a final da Liga dos Campeões de 2013/14) premeia a qualidade e as condições que o Estádio da Luz apresenta, mas é igualmente, pelo menos é assim que eu vejo, o reconhecimento do trabalho desenvolvido pelo Sport Lisboa e Benfica nos últimos anos".

20 março 2012

"Não estou agarrado à cadeira do poder. Devolvi o clube aos sócios e hoje são eles quem decide e quando eles entenderem que devo sair, sairei de consciência tranquila. Sou um homem livre".

10 maio 2011

"Eu e a grande maioria dos benfiquistas não temos a memória curta, temos bem presente tudo o que conquistámos com Jorge Jesus. A família benfiquista não é ingrata".

22 abril 2011

"Antes do lançamento do 'kit', o Benfica contabilizava 92 mil sócios. Hoje, quase seis anos volvidos, o Benfica já ultrapassou os 230 mil sócios. O 'kit sócio' permitiu-nos passar a ser o maior clube do mundo a nível de associados".

9 abril 2011

Há realmente uma revolução, mas começou há oito ou nove anos, revolução pela credibilidade, pelo estádio novo, pelos ordenados em dia, pelo cumprimento religioso das obrigações e compromissos, pela transparência, pela derrota da hipocrisia que existia neste clube, por tratar o passado como ninguém tratou".

10 dezembro 2010

"Jorge Jesus é o meu treinador e vai continuar a ser o treinador do Benfica. Nenhum benfiquista pode ter a memória curta. Este treinador é o mesmo que deu o título nacional e faz parte da solução, não do problema".

10 dezembro 2010

"A política do Benfica é investir mais e, se for preciso, endividar-se mais. Atualmente, o nosso endividamento cifra-se nos 225 milhões de euros, mas os nossos ativos são muito superiores a esse valor. Não me assusta o endividamento, porque vai permitir que mantenhamos uma estrutura muito forte e continuemos a ganhar".

28 junho 2010, BTV

"Somos o primeiro clube em Portugal com um canal de televisão, um dos poucos do mundo com transmissões internacionais. É toda uma mudança em relação ao que foi feito no nosso passado recente".

21 maio 2010

"Já dediquei alguns anos da minha vida ao Benfica, com orgulho e total dedicação, e a história avaliará a minha ação".

21 março 2010

"Sempre vi nas Casas do Benfica espalhadas em Portugal e no mundo verdadeiros polos de divulgação e defesa do Benfica, verdadeiras embaixadas de defesa do nosso património, da nossa história, da nossa mística. E isso é uma riqueza única que não pode ser desperdiçada".

20 fevereiro 2010

"Ganhámos títulos, mas queremos ganhar muitos mais. O nosso treinador foi claro, (ao dizer que) nesta casa só se pode pensar em ser campeão. Ele próprio traçou os objetivos (...). Não posso garantir títulos. Se eu tivesse árbitros em minha casa, podia garantir isso. Não almoço com eles, não janto com eles em minha casa, portanto, não posso garantir isso".

30 junho 2009, SIC

"Fizemos o centro de estágio, criámos o cartão novo, com o Kit de sócio, e fizemos o projeto Benfica TV. Conseguimos fazer projetos estruturantes que envolvessem os benfiquistas e dos quais se pudessem orgulhar, participando em algo que é deles próprios".

27 junho 2009

"Este mandato vai ser um mandato desportivo. Depois espero que não me critiquem porque o passivo aumentou, que a SAD teve prejuízos. Quero dizer às pessoas que, quando essas críticas aparecerem, que vão aparecer, era muito fácil resolver tanto o prejuízo da SAD como parte do passivo, que era vender os jogadores e não comprar ninguém".

27 junho 2009

"O erro deles (oposição interna), é que falam do Benfica como se fosse igual ao que encontrámos. Estão profundamente enganados".

18 abril 2009

"Que todos saibam que pagaremos qualquer preço, enfrentaremos quaisquer dificuldades e desafiaremos todos os obstáculos para assegurar que a verdade desportiva vai regressar ao futebol português".

28 fevereiro 2009

"Temos o Benfica como nunca tivemos. O Benfica vem de um trauma passado bastante complicado e agora tem uma estratégia, programada há três anos".

11 novembro 2007, Diário Notícias

"Irei bater-me até às últimas consequências por este projeto. (...) Se o Rui Costa estiver disponível eu saberei prepará-lo para ser um grande presidente do Benfica".

17 setembro 2007

"Que a transparência no futebol português seja uma realidade. É para isso que temos lutado".

30 junho 2007

"A ideia é ir batendo anualmente o nosso próprio recorde até chegar à meta dos 300.000 (sócios)".

10 novembro 2006

"Dizem que o que eu li era um dossiê anónimo. Não. O que eu li é do Ministério Público. O que eu li é a dizer que há corrupção no futebol português".

27 outubro 2006

"As pessoas não imaginam os esforços que fizemos para tirar o clube da situação em que se encontrava. Outros precisariam de 15 anos para fazer aquilo que nós fizemos".

21 outubro 2006

"O centro de estágio é uma prenda para todos nós, é uma prenda e um sonho para todos os benfiquistas".

22 setembro 2006

"Podemos assumir que foram falseados resultados neste país. Os responsáveis têm que ser penalizados e se não forem nos tribunais criminais, terão que ser pela justiça desportiva".

8 setembro 2006

"Vai ser muito difícil. Hoje, como estou, não quero continuar no Benfica".

24 agosto 2006, TVI

"Só um cego é que não vê o que foi feito nos últimos quatro anos".

30 agosto 2005

"Um grupo de meninos teve o sonho de formar um clube de futebol. Foi dado o pontapé de saída para uma autêntica epopeia desportiva. Ninguém em 1904 imaginava que o clube acabado de formar seria um dia uma das instituições mais dignas e respeitadas de Portugal".

28 fevereiro 2004

"Há valores na vida mais importantes que uma bola. Que nenhum benfiquista me leve a mal do que vai suceder em termos de futuro, mas há alturas na vida em que temos de parar (após a morte do futebolistas Miklos Fehér)".

Por Lusa
17
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.